Basef Internet Banking

O estudo BASEF Internet Banking foi lançado em 2006.

Dada a crescente importância que o serviço de Internet Banking tem vindo a ganhar nos últimos anos, como um canal alternativo a outros mais tradicionais, impunha-se um estudo, com uma metodologia de recolha distinta dos tradicionais métodos de recolha até agora utilizados e numa perspectiva de benchmarking analisar e estudar este serviço no mercado português.

Tal como nos outros estudos que realizamos, é nosso objectivo que o Basef Internet Banking forneça indicadores que revelem comportamentos, atitudes, opiniões e percepções dos utilizadores do serviço de Internet Banking, que estamos certos constituirão uma ferramenta de trabalho de grande utilidade para as instituições financeiras que disponibilizam o serviço de Internet Banking aos seus clientes.

À luz do dinamismo dos mercados, e com a crescente penetração dos smartphones, considerámos que era urgente avaliar também em sede do BASEF Internet Banking, o Mobile Banking. Neste sentido, em 2013, a Marktest adicionou novos indicadores para avaliar a utilização deste emergente canal de contacto com o banco, que acreditamos que terá no futuro próximo um crescente número de utilizadores.

Metodologia

Universo

A partir de 2012, o universo do estudo BASEF IB passou a ser constituído por "Individuos Bancarizados que utilizam Internet Banking", de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 15 anos residentes em Portugal Continental. Este universo é estimado e actualizado a partir dos dados de Basef - Banca.

Amostra

A amostra é constituída por 1000 entrevistas por quadrimestre, correspondendo a 250 entrevistas por mês. Esta amostra é proporcional ao universo em estudo e é actualizada de quatro em quatro meses de acordo com os dados de penetração do serviço de Internet Banking no BASEF Banca.

Não se pode falar de erro estatístico por não se tratar de uma amostra aleatória . Como mera indicação podemos avançar que os valores associados a uma amostra aleatória com a mesma dimensão e para um intervalo de confiança de 95% (P=50%) o erro estatístico é de aproximadamente 3.10% para uma base amostral de 1000 entrevistas.

Recolha da Informação

O presente estudo recorre ao método de entrevista on-line por via do auto-preenchimento. Para este tipo de estudos a Marktest desenvolveu um Access Painel de Internautas, que está a ser alimentado permanentemente e no qual se inscrevem internautas que desejam colaborar com a Marktest.

O software utilizado para a recolha da informação é da exclusiva responsabilidade da Marktest. Aos internautas seleccionados é enviado um e-mail solicitanto a sua resposta a um questionário estruturado, constituído por perguntas abertas e fechadas. A recolha é feita mensalmente, com 250 entrevistas.

Controle de Qualidade

Após a fase de recolha de informação, a Marktest procede à análise das entrevistas validando possíveis incongruências . O controle de qualidade dos dados recolhidos é aplicado em 2 fases:Revisão Integral e Validação de consistência

  1. Revisão Integral
    Todos os questionários são revistos digitalmente para detectar incongruências e omissões de resposta.
  2. Validação de consistência de respostas
    Embora o nosso software de recolha disponha de mecanismos internos para validar automaticamente as respostas no acto de realização da entrevistas, estas são sujeitas a uma 2ª fase de validação, que tem por base critérios definidos previamente e que permite depurar todos e quaisquer erros que persistam das fases anteriores.

Apresentação de resultados

Os resultados são apresentados mensalmente e analisados na base do quadrimestre móvel, à semelhança do que ocorre no BASEF Banca, correspondendo a uma amostra de 1000 entrevistas por quadrimestre. Esta recolha mensal proporciona uma monitorização mensal, tendo por base de análise quadrimestres móveis.

Os resultados do estudo são extrapolados e ponderados para universo de internautas bancarizados que utilizam Internet Banking, de acordo com os dados obtidos para o mesmo quadrimestre de BASEF Banca.

Os principais indicadores do BASEF Internet Banking são:

  • Notoriedade de Sites Bancários
  • Imagem de Sites Bancários
  • Penetração sites Internet Banking
  • Posse de produtos bancários
  • Melhor serviço de Internet Banking
  • Site de Internet Banking mais utilizado
  • Recomendação do site de Internet Banking mais utilizado
  • Satisfação site Internet Banking mais utilizado (avaliados atributos como: Diversidade de operações, Rapidez de execução, Rapidez de carregamento de páginas, Segurança, Clareza de informação, Resposta a pedidos, Facilidade de utilização, entre outros.)
  • Problemas na utilização do Internet Banking
  • Penetração do Mobile Banking
  • Frequência de utilização
  • Satisfação com o serviço de Mobile Banking
  • Razões de não utilização do Mobile Banking
  • Intenção de utilização do Mobile Banking

Os resultados do estudo são fornecidos ao cliente em suporte digital, através do site mpt.marktest.pt/, que contém, para além dos quadros de tabulação e metodologia, análises gráficas de todos os indicadores do estudo. Os resultados do estudo são analisados pelas diferentes variáveis sócio-demográficas e outras variáveis de análise pertinentes.

Em Maio e Dezembro estarão igualmente disponíveis os resultados de CSI – Internet Banking, módulo extra de informação que a Marktest desenvolveu em particular para os utilizadores do estudo BASEF Internet Banking.
Através do CSI – IB, e com recurso a um modelo econométrico, conseguimos medir e estimar a satisfação dos clientes do serviço de Internet Banking, e divulgar os dados que possibilitam ao mercado bancário a organização e definição de estratégias que visam a oferta de um serviço de excelência aos seus clientes.

Adicionalmente são realizadas outras análises estatísticas sobre os indicadores em recolha, que a Marktest irá disponibilizando e informando os seus clientes. A Marktest está sempre disponível para realizar apresentações ao cliente, desde que agendadas atempadamente.

 
Empresa
Direcção
Área
E-mail

Área de Clientes

Faça login aqui