Europeus pouco favoráveis à imigração

Uma sondagem da Win Gallup International revela que é na China e no Paquistão que é maior o índice de favorabilidade relativamente à imigração contrariamente à grande maioria dos países europeus.

Grupo Marktest,  8 março 2016

"De uma forma geral, considera que a imigração de trabalhadores estrangeiros é boa ou má para o seu país?" Esta foi a pergunta que a Win Gallup International, network internacional à qual a Marktest se encontra associada, colocou aos habitantes de 67 países do mundo.

Em termos globais, 57% dos inquiridos considerou a imigração como boa, ao contrário de 32% de indivíduos que expressaram opiniões negativas. 11% não soube ou não quis responder à questão.

Na China, Etiópia e Paquistão foram encontradas as taxas mais elevadas de respostas que consideram a imigração como boa para o país (81%, 76% e 75%, respetivamente).

Pelo contrário, no Iraque, na Mongólia e na Tailândia foi onde mais opiniões negativas face à imigração foram encontradas (80% e 78%, respetivamente).

Considerando o índice de favorabilidade (diferença entre opiniões que consideram a imigração boa e opiniões que a consideram má), os lugares cimeiros são ocupados por China, Paquistão, Etiópia, Vietnam e República Democrática do Congo, enquanto na base da lista se encontram os inquiridos na Tailândia, Iraque, Irão, Mongólia, e Eslovénia.

A Eslovénia é assim o país da União Europeia onde mais inquiridos se mostram contrários à presença de imigrantes, pois 17% xonsideram-na boa e 72% má, enquanto 12% não emite opinião.

Entre os 19 países da União Europeia onde foi realizada esta sondagem, apenas em quatro as opiniões favoráveis à imigração superaram as opiniões contrárias. No topo da lista está a Finlândia, onde 60% dos inquiridos diz considerar a imigração boa para o seu país, 25% consideram-na má e 15% não responde. Na Suécia, na Irlanda e na Alemanha, o índice de favorabilidade é igualmente positivo.

Os inquiridos na Alemanha e em Espanha foram aliás os que se mostraram com opiniões mais divididas, embora em sentido contrário nos dois países. Enquanto na Alemanha 44% consideram a imigração boa e 39% a consideram má, em Espanha as percentagens invertem-se, com 39% a considerá-la boa e 44% má. Em ambos os países, 17% não responde à questão.

Portugal encontra-se, também aqui, logo a seguir a Espanha. Entre nós, 41% diz considerar a imigração boa para o país e 51% má, com 8% a não responder, a mais baixa taxa de não resposta no conjunto dos países da União Europeia. No ranking global dos 67 países, Portugal apresenta o 30º índice de favorabilidade mais elevado.

No conjunto destes 67 países, 40 apresentam um índice de favorabilidade negativo e 27 um índice de favorabilidade positivo. Esses resultados estão expressos no mapa seguinte, que mostra como, em geral, os países mais pobres são também os que mais consideram como boa a imigração.

O estudo da Win Gallup foi realizado entre Outubro e Novembro de 2015, junto de uma amostra de 68 595 entrevistados, residentes em 67 países de todas as regiões do Mundo. Em Portugal, a Marktest foi a responsável pela recolha de informação, que consistiu num estudo online junto de uma amostra de 1000 indivíduos com 18 e mais anos.

A Marktest é associada da WIN-Gallup International desde o início de 2012. A rede Worldwide Independent Network/Gallup International Association (WIN/GIA) é composta pelas 67 maiores empresas independentes de estudos e mercado e sondagens de opinião a nível global, que em conjunto representam mais de 600 milhões de USD em receitas e 89% do mercado mundial. A Marktest foi a empresa portuguesa seleccionada para fazer parte desta rede, estando a partir de agora apetrechada com ferramentas que nos permitem responder de forma ainda mais integrada às necessidades dos nossos clientes.

Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto.

Notícias internacionais

Do mesmo tema: Notícias internacionais

O Grupo Marktest autoriza a reprodução desta notícia nos meios de comunicação social desde que indicada a fonte: Grupo Marktest e outras fontes por ele citadas

Notícias recentes

Notícias da mesma semana

Antigas

Era notícia há um ano
Era notícia há dois anos
Era notícia há três anos

Arquivo

Em Agenda

The Future of Business-to-Business Research
Null
Londres, Inglaterra, 29 de junho de 2017,
Global Qualitative
Porto, 5 a 7 de novembro de 2017,

mais acontecimentos em Agenda