Europeus pouco favoráveis à imigração

Uma sondagem da Win Gallup International revela que é na China e no Paquistão que é maior o índice de favorabilidade relativamente à imigração contrariamente à grande maioria dos países europeus.

Grupo Marktest,  8 março 2016

"De uma forma geral, considera que a imigração de trabalhadores estrangeiros é boa ou má para o seu país?" Esta foi a pergunta que a Win Gallup International, network internacional à qual a Marktest se encontra associada, colocou aos habitantes de 67 países do mundo.

Em termos globais, 57% dos inquiridos considerou a imigração como boa, ao contrário de 32% de indivíduos que expressaram opiniões negativas. 11% não soube ou não quis responder à questão.

Na China, Etiópia e Paquistão foram encontradas as taxas mais elevadas de respostas que consideram a imigração como boa para o país (81%, 76% e 75%, respetivamente).

Pelo contrário, no Iraque, na Mongólia e na Tailândia foi onde mais opiniões negativas face à imigração foram encontradas (80% e 78%, respetivamente).

Considerando o índice de favorabilidade (diferença entre opiniões que consideram a imigração boa e opiniões que a consideram má), os lugares cimeiros são ocupados por China, Paquistão, Etiópia, Vietnam e República Democrática do Congo, enquanto na base da lista se encontram os inquiridos na Tailândia, Iraque, Irão, Mongólia, e Eslovénia.

A Eslovénia é assim o país da União Europeia onde mais inquiridos se mostram contrários à presença de imigrantes, pois 17% xonsideram-na boa e 72% má, enquanto 12% não emite opinião.

Entre os 19 países da União Europeia onde foi realizada esta sondagem, apenas em quatro as opiniões favoráveis à imigração superaram as opiniões contrárias. No topo da lista está a Finlândia, onde 60% dos inquiridos diz considerar a imigração boa para o seu país, 25% consideram-na má e 15% não responde. Na Suécia, na Irlanda e na Alemanha, o índice de favorabilidade é igualmente positivo.

Os inquiridos na Alemanha e em Espanha foram aliás os que se mostraram com opiniões mais divididas, embora em sentido contrário nos dois países. Enquanto na Alemanha 44% consideram a imigração boa e 39% a consideram má, em Espanha as percentagens invertem-se, com 39% a considerá-la boa e 44% má. Em ambos os países, 17% não responde à questão.

Portugal encontra-se, também aqui, logo a seguir a Espanha. Entre nós, 41% diz considerar a imigração boa para o país e 51% má, com 8% a não responder, a mais baixa taxa de não resposta no conjunto dos países da União Europeia. No ranking global dos 67 países, Portugal apresenta o 30º índice de favorabilidade mais elevado.

No conjunto destes 67 países, 40 apresentam um índice de favorabilidade negativo e 27 um índice de favorabilidade positivo. Esses resultados estão expressos no mapa seguinte, que mostra como, em geral, os países mais pobres são também os que mais consideram como boa a imigração.

O estudo da Win Gallup foi realizado entre Outubro e Novembro de 2015, junto de uma amostra de 68 595 entrevistados, residentes em 67 países de todas as regiões do Mundo. Em Portugal, a Marktest foi a responsável pela recolha de informação, que consistiu num estudo online junto de uma amostra de 1000 indivíduos com 18 e mais anos.

A Marktest é associada da WIN-Gallup International desde o início de 2012. A rede Worldwide Independent Network/Gallup International Association (WIN/GIA) é composta pelas 67 maiores empresas independentes de estudos e mercado e sondagens de opinião a nível global, que em conjunto representam mais de 600 milhões de USD em receitas e 89% do mercado mundial. A Marktest foi a empresa portuguesa seleccionada para fazer parte desta rede, estando a partir de agora apetrechada com ferramentas que nos permitem responder de forma ainda mais integrada às necessidades dos nossos clientes.

Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda

21 novembro 2017
European Big Data Value - Comissão Europeia 
Versailles, França, 21 a 23 de novembro de 2017
23 novembro 2017
Methodology in Context 2017 - MRS-The Market Research Society 
É o terceiro ano desta conferência, organizada pela MRS em parceria com a Research Live.
Londres, Inglaterra, 23 de novembro de 2017 ,

mais acontecimentos em Agenda