Pagamento de despesas domésticas através do banco é o serviço mais utilizado

Os dados do estudo Basef Banca da Marktest revelam que o pagamento de despesas domésticas através do banco é o serviço bancário mais utilizado.

Grupo Marktest,  26 abril 2016

De acordo com os dados de Março de 2016 do estudo Basef Banca da Marktest,o serviço bancário mais utilizado é o para pagamento de despesas domésticas (água, gás, electricidade, etc).

Do total de bancarizados e que identificam o(s) banco(s) onde possuem conta, residentes em Portugal Continental, 59.2% utiliza este tipo de serviço, correspondendo a 4 325 mil indivíduos.

Analisando o perfil dos possuidores deste serviço bancário, verifica-se que a idade e a ocupação e a idade são as variáveis mais discriminantes.

A maior penetração de pagamento de despesas domésticas através do banco encontra-se junto dos indivíduos entre os 35 e os 44 anos, tal como nos quadros médios e superiores. Também nas classes sociais mais elevadas, a penetração deste produto é importante. Em sentido oposto, este tipo de pagamento tem pouca relevância junto dos mais jovens e dos estudantes.

Outros serviços com uma penetração elevada junto dos indivíduos bancarizados são o Recebimento salário por transferência bancária, os depósitos a prazo e a conta ordenado (todos com penetrações acima de 39%).

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Basef Banca da Marktest, um estudo regular da Marktest, lançado em 1989 e que tem por objectivo apoiar o marketing dos Bancos, fornecendo informação sobre os comportamentos, atitudes e opiniões dos consumidores efectivos e potenciais dos serviços financeiros destinados aos particulares. Estuda o universo constituído pelos indivíduos com idade igual ou superior a 15 anos, residentes em Portugal Continental. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda

14 maio 2018
Experiential Marketing Summit - Marketer 
São Francisco, EUA, 14 a 16 de maio de 2018 ,
30 maio 2018
GEN Summit - Global Editors Network 
De acordo com a página deste evento, vão ser abordados temas como o papel da inteligência artificial no ecossistema editorial e como é que os meios de comunicação podem adoptar a inteligência artifical de modo a beneficiar as redações.
Pátio da Galé, Lisboa, 30 de maio a 1 de junho de 2018 ,

mais acontecimentos em Agenda