Um país envelhecido sobretudo no Interior

Assinalou-se no dia 1 de Outubro o Dia Internacional das Pessoas Idosas, um motivo para olharmos para os dados demográficos do país. Confira.

Grupo Marktest,  4 outubro 2016

Em termos demográficos, um dos movimentos mais significativos do nosso país, que se vem observando há algumas décadas e que se intensificou nas últimas, é o envelhecimento da população.

Tendo em conta os dados dos Censos e das estimativas demográficas do INE, cujos principais resultados estão disponíveis por concelho no sistema de geomarketing Sales Index da Marktest e na sua aplicação web Municípios Online, podemos fazer um retrato da evolução do envelhecimento do país.

Nos últimos 24 anos, a população portuguesa cresceu 5%, a um ritmo médio de 0.2% ao ano, passando de 9 867 147 indivíduos em 1991 para 10 341 330 em 2015. Esta variação foi contudo negativa entre o último Censo (2011) e 2015, com as estimativas do INE a apontar para uma diminuição de 220 848 indivíduos de então para cá.

Atualmente, 14.1% da população tem menos de 15 anos, 10.7% tem entre 15 e 24 anos, 54.5% tem entre 25 e 64 anos e 20.7% tem 65 ou mais anos.

Este grupo de população mais idosa foi também aquele que viu o seu peso aumentar mais nos últimos anos, passando de 13.6% em 1991 para os 20.7% agora registados, um acréscimo de 798 mil indivíduos nesta faixa etária.

Em 2015, os concelhos do Interior, nomeadamente Alcoutim, Idanha-a-Nova, Vinhais, Penamacor e Pampilhosa da Serra são os que apresentam uma estrutura demográfica mais envelhecida. Nestes concelhos, a população com mais de 64 anos representa mais de 40% dos seus efetivos totais.

Pelo contrário, em concelhos como Ribeira Grande, Santa Cruz, Lagoa (Região Autónoma dos Açores), Câmara de Lobos e Vila Franca do Campo (todos nas Regiões Autónomas), o peso dos mais idosos é o mais baixo do país, não chegando a representar 12% do total dos seus residentes.

O gráfico seguinte mostra o posicionamento dos concelhos do Continente face a 3 variáveis: no eixo horizontal, o peso da população com 65 e mais anos em 2015 e, no eixo vertical, o índice de poder de compra. A dimensão dos círculos corresponde à população residente e as cores dos círculos representam as regiões Marktest a que pertencem os concelhos. Clicando na legenda podem retirar-se ou adicionar-se concelhos.

Da sua análise, vemos como os concelhos menos populosos do Interior são os que apresentam maior rácio de idosos e como, entre os concelhos mais populosos, Lisboa é o que apresenta uma estrutura mais envelhecida, seguida do concelho do Porto.

Esta análise foi realizada com base em informação disponível na aplicação Municípios Online. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda

21 novembro 2017
European Big Data Value - Comissão Europeia 
Versailles, França, 21 a 23 de novembro de 2017
23 novembro 2017
Methodology in Context 2017 - MRS-The Market Research Society 
É o terceiro ano desta conferência, organizada pela MRS em parceria com a Research Live.
Londres, Inglaterra, 23 de novembro de 2017 ,

mais acontecimentos em Agenda