Markdata há um ano também em Braga

Arménio Lopes, responsável pelo Polo de desenvolvimento em Braga da Markdata, software house do grupo Marktest, fez o balanço do primeiro ano de atividade, numa entrevista à Marktest.com Notícias.

Marktest Investimentos,  25 outubro 2016

Arménio Lopes,
(responsável de equipa)
Marktest.com Notícias: A Markdata abriu há pouco mais de um ano um centro de desenvolvimento em Braga, sendo o primeiro centro da empresa fora de Lisboa. O Arménio coordena esse centro. Fale-nos um pouco do seu percurso e de como chegou à Markdata.

Arménio Lopes: O meu percurso profissional na área tecnológica conta com mais de 16 anos, onde executei funções de Web Designer, Formador, Consultor e Investigador, quase sempre acumulando o trabalho com os estudos em regime pós-laboral na Universidade do Minho e no IPCA (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave).

Foi inclusive num evento promovido pelo IPCA, a JobShop 2015, que conheci Paulo Silva, coordenador geral de desenvolvimento da Markdata, que foi ao evento em busca de talentos para o Polo que a Markdata viria a abrir em Setembro. A forma como ele me apresentou o desafio convenceu-me e se na altura da decisão tive dúvidas por ter também outras propostas, hoje tenho a certeza que tomei a melhor escolha e estou muito feliz por estar na Markdata.

Marktest.com Notícias: Tendo já um ano de atividade, quais considera serem os principais atrativos de trabalhar num polo de desenvolvimento como o vosso, localizado a mais de 350 Km da sede da empresa? E quais os principais desafios?

Arménio Lopes: Estar perto não significa estar no mesmo local físico. Há pessoas que estão lado a lado e não comunicam e outras que estão separadas por milhares de quilómetros e estão em constante comunicação, em sintonia e evolução. Hoje em dia as distâncias estão muito encurtadas pelas tecnologias e as fronteiras quase só existem nas mentalidades das pessoas, esse é o maior desafio para muitas pessoas mas não para o nosso CEO, José Manuel Oliveira, que imaginou e criou o Polo.

Ainda assim, claro que existem desafios que a tecnologia ainda não superou totalmente, tais como as ideias que surgem num brainstorming com a equipa em volta de uma mesa, ou as apresentações ao vivo onde nos apercebemos melhor das reações das pessoas, mas esses momentos não são todos os dias que acontecem e as visitas que faço frequentemente à sede em Lisboa para as reuniões gerais de desenvolvimento e apresentações de novos desenvolvimentos servem precisamente para isso.

Marktest.com Notícias: Fale-nos um pouco sobre a equipa do vosso polo. Quantas pessoas têm e de que backgrounds?

Arménio Lopes: A equipa é constituída por seis pessoas, eu incluído, cinco delas estão cá desde início e uma começou a colaborar connosco em Janeiro deste ano. Três pessoas são recém licenciadas sem experiência profissional e as outras 3 têm alguma experiência, formando assim uma equipa com muita margem de progressão mas desde logo equilibrada e capaz de produzir software de qualidade. Somos uma equipa bastante jovem com uma média de idades a rondar os 24-25 anos e graus de ensino superior nas áreas de engenharia eletrónica e engenharia informática e informática de gestão. De notar que todos continuam com ligações ativas às instituições de ensino superior locais, IPCA e Universidade do Minho, dando continuidade aos seus estudos quer de graus de mestrados, quer em investigação.

Marktest.com Notícias: Qual a dinâmica da equipa do polo da Markdata de Braga e em que tipo de projetos têm estado envolvidos?

Arménio Lopes: A dinâmica do Polo da Markdata em Braga é enorme pois conta com uma equipa de pessoas incríveis, versáteis e sempre disponíveis para novos desafios. A formação que possuímos nas várias áreas da informática dão-nos suporte para dominar praticamente todo tipo de projetos que a Markdata desenvolve.

O nosso grande foco são produtos web, desenvolvemos aplicações novas e colaboramos também com outras equipas de Lisboa noutros produtos desenvolvidos por eles.

Marktest.com Notícias: Braga é uma das regiões mais jovens do país. É daí que podemos esperar o surgimento de ideias e projetos relevantes para o país? Em sua opinião, a demografia explica a dinâmica empresarial e tecnológica que se vive em Braga, ou isso fica a dever-se a outros fatores, como a ligação à Universidade do Minho (ou outros)?

Arménio Lopes: Braga é efetivamente uma cidade bastante jovem, empreendedora e tecnológica, foi Capital Europeia da Juventude em 2012 e é no presente ano Capital Ibero-Americana da Juventude. Além desses reconhecimentos internacionais, o Eurobarómetro concluiu que a cidade é também a mais feliz de Portugal e a terceira da Europa, com 97% dos inquiridos a responderem que são felizes em Braga.

A demografia é sem dúvida um fator importante, tal como as instituições de ensino superior da região, o IPCA e a Universidade do Minho com as suas capacidades de formação adaptadas as necessidades da região, sempre com a qualidade das suas formações que lhes é reconhecida. Mas há ainda outros fatores muito importantes tais como a Invest Braga, agência para a dinamização económica do Município de Braga. Com os seus incentivos ao empreendedorismo e inovação tem permitido o surgimento de várias startups via Startup Braga e atraído investimentos de outras empresas já conceituadas para a região.

A Markdata, através do seu CEO, José Manuel Oliveira, provou estar atenta a essa capacidade de inovação fora do comum e atuou com a criação do nosso Polo e assinatura de diversos protocolos com as referidas entidades.

Marktest.com Notícias: O que podemos esperar do polo de Braga da Markdata, no futuro próximo?

Arménio Lopes: Novas aplicações baseadas em novas tecnologias e crescimento em todos os aspetos, desde o desempenho, ao número de projetos e membros da equipa.

Do mesmo tema: Notícias do Grupo Marktest

O Grupo Marktest autoriza a reprodução desta notícia nos meios de comunicação social desde que indicada a fonte: Grupo Marktest e outras fontes por ele citadas

Notícias recentes

Notícias da mesma semana

Antigas

Era notícia há um ano
Era notícia há dois anos
Era notícia há três anos

Arquivo

Em Agenda

MRS Customer Summit 2017
Null
(Local a confirmar), 2 de novembro de 2017,
Financial Services Research 2017
Null
Londres, Inglaterra, 16 de novembro de 2017,

mais acontecimentos em Agenda