Europeus dizem-se os menos religiosos

A Win Gallup International realizou recentemente um estudo sobre questões religiosas, que analisamos nesta edição da nossa newsletter. Os europeus são os menos religiosos e os portugueses estão entre os menos crentes.

Grupo Marktest,  16 maio 2017

62% dos entrevistados pela Win Gallup International, network internacional à qual a Marktest se encontra associada, em 67 países do mundo, afirmaram ser religiosos (independentemente de frequentar algum local de culto). 25% referiram ser não religiosos, enquanto 9% confessou ser ateu convicto e 5% não quis ou não soube responder à questão.

Estes resultados apresentam contudo diferenças entre os vários países em análise, com a percentagem dos que se consideram religiosos a variar entre os 9% entre os inquiridos na China ou 13% entre os inquiridos no Japão e os 97% e 98% entre os inquiridos na Nigéria ou Tailândia.

Entre os inquiridos pela Marktest no nosso país, 59% diz-se religioso, 29% não religioso, 9% ateu e 3% não sabe ou não responde.

Estes resultados colocam Portugal entre o grupo de 32 países que apresentam menor percentagem de entrevistados afirmando-se religiosos.

Deste grupo fazem também parte muitos dos nossos parceiros europeus, como por exemplo França (onde 45% se diz religioso), Irlanda (40%), Espanha (37%), Alemanha (34%) ou Reino Unido (27%).

Analisando os resultados desta questão por grandes regiões, encontramos menor percentagem de entrevistados que se dizem religiosos na União Europeia (44%) e maior percentagem entre os residentes na África subsaariana (91%).

O estudo da Win Gallup procurou ainda resposta a outras questões relacionadas com a religião, de que destacamos os seguintes resultados:

71% dos entrevistados dizem acreditar em Deus; este valor baixa para 60% entre os portugueses, o 28º mais baixo no conjunto dos 67 países em análise;

54% referem acreditar na vida depois da morte; 36% junto dos portugueses, o 18º valor mais baixo;

74% dizem acreditar que as pessoas têm alma; entre nós, o valor não excede os 63%, o 15º mais baixo;

49% dos entrevistados confessam acreditar no inferno, um valor de 15% entre os portugueses, o 11º mais baixo;

56% dos entrevistados a nível global referem acreditar no céu, um valor que não supera os 30% entre os portugueses, o 16º valor mais baixo no conjunto dos 67 países em análise.

As respostas a estas duas últimas questões são as que apresentam uma maior amplitude de valores entre os vários países, a oscilar de 6% a 99% entre os que referem acreditar no inferno e de 12% a 99% entre os que dizem acreditar no céu.

O estudo da Win Gallup foi realizado entre Outubro e Dezembro de 2016, junto de uma amostra de 69 344 entrevistados, residentes em 68 países de todas as regiões do Mundo. Em Portugal, a Marktest foi a responsável pela recolha de informação, que consistiu num estudo online junto de uma amostra de 1007 indivíduos com 18 e mais anos.

A Marktest é associada da WIN-Gallup International desde o início de 2012. A rede Worldwide Independent Network/Gallup International Association (WIN/GIA) é composta pelas 67 maiores empresas independentes de estudos e mercado e sondagens de opinião a nível global, que em conjunto representam mais de 600 milhões de USD em receitas e 89% do mercado mundial. A Marktest foi a empresa portuguesa seleccionada para fazer parte desta rede, estando a partir de agora apetrechada com ferramentas que nos permitem responder de forma ainda mais integrada às necessidades dos nossos clientes.

Contacte-nos se pretende mais informações sobre este assunto.

Do mesmo tema: Notícias internacionais

O Grupo Marktest autoriza a reprodução desta notícia nos meios de comunicação social desde que indicada a fonte: Grupo Marktest e outras fontes por ele citadas

Notícias recentes

Notícias da mesma semana

Antigas

Era notícia há um ano
Era notícia há dois anos
Era notícia há três anos

Arquivo

Em Agenda

Financial Services Research 2017
Null
Londres, Inglaterra, 16 de novembro de 2017,
Big Data World 2017
EUA, 25 a 27 de novembro de 2017,

mais acontecimentos em Agenda