Jornais e revistas separados por género

A análise dos dados do Bareme Imprensa da Marktest mostra como o género é a variável que mais diferenças de consumo apresenta entre os leitores de jornais ou de revistas.

Grupo Marktest,  27 junho 2017

Segundo os resultados do Bareme Imprensa, 81.8% dos residentes em Portugal Continental com 15 ou mais anos leu ou folheou jornais ou revistas no primeiro semestre de 2017, num total de sete milhões de leitores de imprensa.

Os jornais obtiveram 6,5 milhões de leitores no mesmo semestre enquanto as revistas atraíram 5,2 milhões de leitores, valores que correspondem a uma cobertura máxima respetivamente de 76.3% e 60.2%.

Tendo em conta as variáveis sociodemográficas, o género é o indicador que mais distingue os leitores de jornais dos leitores de revistas. Os jornais são mais lidos por homens enquanto as revistas são mais lidas por mulheres. E a diferença de afinidade entre ambos é a maior entre os vários segmentos da população.

O gráfico mostra o consumo de jornais e de revistas entre os portugueses tendo em conta a diferença face aos valores médios do universo. Os mais jovens, os quadros médios e superiores ou os indivíduos das classes mais elevadas são os que mostram maior afinidade tanto com os jornais como com as revistas.

O Bareme Imprensa é o estudo regular da Marktest que analisa os hábitos de audiência de imprensa dos residentes no Continente com 15 e mais anos. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Em Agenda

Festival of Marketing
Londres, Inglaterra, 4 e 5 de outubro de 2017,
Financial Services Research 2017
Londres, Inglaterra, 16 de novembro de 2017,

mais acontecimentos em Agenda