O que mudou no consumo dos portugueses?

Uma análise dos dados do estudo Consumidor 2006 da Marktest, permite apontar algumas mudanças significativas nos hábitos de consumo de vida e estilo de vida dos portugueses.

Grupo Marktest,  28 dezembro 2006

O Consumidor analisa o comportamento dos portugueses face ao consumo de produtos, hábitos e utilização de serviços. De entre os mais de 500 produtos estudados, alguns merecem uma análise por evidenciarem tendências de crescimento ou descida mais ou menos estruturais.

Vídeo no lar tornou-se digital

A posse de leitor de DVD nos lares portugueses já ultrapassou os 60%, o que deixa inferir que os portugueses preferem, em casa, ver vídeos digitais. A taxa de penetração deste equipamento subiu 15.6% entre 2005 e 2006. O gravador de DVD também já atinge 14.0% dos lares do Continente, aumentando 20.7% face ao ano anterior.

Posse de máquina digital com forte subida

AA taxa de penetração de máquina fotográfica digital continua a evidenciar forte crescimento, sendo praticamente maioritária na maioria dos lares. Neste momento, 43.1% dos lares do Continente possui este aparelho, o que significa um aumento anual de 43.7%.

Automóvel com GPS com crescimento de 160% A posse de GPS no automóvel subiu 160% face ao ano anterior, abrangendo agora 5.2% dos lares do Continente.

Tendência de descida na compra de CDs áudio

A compra de CDs áudio tem evidenciado uma tendência de descida nos últimos anos, eventualmente provocada pela maior facilidade de acesso ao formato digital em meios como a internet.

Euromilhões "provoca" descida nos restantes jogos

Entre os jogos de "azar", o euromilhões lidera destacadamente, cativando 59.5% dos residentes no Continente com 15 e mais anos, sendo o único com aumento no último ano. Pelo contrário, os outros jogos de apostas descem sistematicamente desde 2004.

Férias cada vez mais repartidas

Embora seja maior o número de portugueses que tira férias apenas num período, tem-se registado uma tendência progressiva de repartir esses períodos de descanso. Em 2006, baixou 11.9% o número dos que tiraram apenas um período de férias, ao passo que aumentou 24.1% o número daqueles que usufruíram de três ou mais períodos.

Consulte aqui o folheto de apresentação do Consumidor 2006 ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais