Notícias de TV em Fevereiro de 2016
Notícias de TV em Fevereiro de 2016
placeholder
Consulte a informação relativa à cobertura noticiosa do mês de Fevereiro nas TVs, de acordo com os dados do serviço Telenews da MediaMonitor.
Grupo Marktest
8 março 2016

placeholder Em Fevereiro de 2016, RTP1, SIC e TVI emitiram mais de 228 horas de informação regular, o que representa uma subida mensal de 3.3% e homóloga de 11.5%.

A oferta noticiosa deste mês corresponde a uma média diária de 2 horas e 37 minutos por canal, mais 15 minutos do que o registado no mês anterior.

Em Fevereiro, foram emitidas um total de 7007 notícias, mais 2.0% do que no mês anterior e mais 10.1% do que em Fevereiro de 2015. A duração média das notícias emitidas foi de 1 minuto e 57 segundos, mais um segundo do que o registado em Janeiro.

O Primeiro Jornal, da SIC, foi este mês o programa que emitiu mais trabalhos, com 1123 peças, enquanto o Jornal da Noite, da mesma estação, continua a ser o programa que emitiu mais horas de informação, com 35 horas e 40 minutos.

Uma análise por canais mostra que a RTP1 foi a estação que emitiu mais notícias, com 2382 trabalhos enquanto a SIC foi de novo a que deu mais tempo em grelha à informação regular, com cerca de 77 horas.

NOTA: Esta análise considera apenas os serviços regulares de informação dos canais em análise no período compreendido 1 e 29 de Fevereiro de 2016, segundo a seguinte Nota Metodológica. Em análise, estão os seguintes programas: Jornal da Tarde, TeleJornal e Portugal em Directo(RTP1); Primeiro Jornal e Jornal da Noite (SIC); Jornal das 8 e Jornal da Uma (TVI). Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais
  • QSP Summit

    O QSP SUMMIT afirma-se como a mais relevante Conferência de Management e Marketing da Europa.

    28 a 30 de junho de 2022

    QSP - Consultoria de Marketing

    Feira Internacional do Porto, Matosinhos

    info@qspsummit.pt

  • Data Science Analytics Course

    Curso online, dirigido a todos os profissionais e empresas de estudos de mercado, que queiram entender melhor o campo florescente da Data Science.

    30 de junho de 2022

    APODEMO em colaboração com a MRS

    apodemo@apodemo.pt