Aumenta número de utilizadoras de verniz para unhas
No Continente, são mais de 2,3 milhões os consumidores de verniz para unhas, segundo os dados do estudo Consumidor 2006 da Marktest.
Grupo Marktest,  20 março 2008

placeholder O Consumidor contabiliza, em 2006, 2 347 mil mulheres residentes no Continente com 15 e mais anos que utilizam verniz para unhas, um número que corresponde a 54% do universo composto pelas mulheres residentes no Continente com 15 e mais anos.

Os últimos dados deste estudo indicam que se tem assistido a um crescimento progressivo deste produto, consumido por 35.1% das consumidoras portuguesas em 2002 e 54% em 2006, mais 54% do que então.

placeholder

A análise da penetração do produto por targets mostra-nos a ocupação é uma das variáveis mais discriminantes, pois enquanto 76.6% das estudantes e 70.7% das Quadros Médios e Superiores afirmam usar verniz para unhas, apenas 36.1% das reformadas também o dizem fazer.

Analisando os dados por idade, também é possível observar grandes diferenças. Entre as jovens (18 a 24 anos) este produto tem uma penetração de 78.9%, enquanto nas mais idosas o consumo deste produto não vai além de 31.5%.

Nas classes sociais, é a alta/média alta média que apresenta maior penetração, com 71.1% de consumidoras.

Entre as regiões, é o Grande Porto que apresenta a taxa de consumo mais elevada (63.8%), ao contrário do Interior Norte, com o valor mais baixo (48.8%).

placeholder

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Consumidor da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais
  • QSP Summit

    O QSP SUMMIT afirma-se como a mais relevante Conferência de Management e Marketing da Europa.

    28 a 30 de junho de 2022

    QSP - Consultoria de Marketing

    Feira Internacional do Porto, Matosinhos

    info@qspsummit.pt

  • Data Science Analytics Course

    Curso online, dirigido a todos os profissionais e empresas de estudos de mercado, que queiram entender melhor o campo florescente da Data Science.

    30 de junho de 2022

    APODEMO em colaboração com a MRS

    apodemo@apodemo.pt