Classe alta com mais afinidade com a rádio
Classe alta com mais afinidade com a rádio
placeholder
Uma análise dos dados do estudo Bareme Rádio da Marktest evidencia que as classes mais elevadas são quem tem mais afinidade com o meio rádio.
Grupo Marktest
1 agosto 2017

placeholderO estudo Bareme Rádio da Marktest quantifica, no primeiro semestre de 2017, em 6 milhões e 646 mil o número de residentes no Continente com 15 e mais anos que ouviram rádio numa base semanal.

Este valor corresponde a 77.6% dos residentes no Continente com 15 e mais anos.

Em termos médios, cada português ouviu, ao longo do semestre, 3 horas e 7 minutos de rádio por dia. Este valor apresenta, no entanto, variações conforme o género, a região, a idade ou a classe social dos indivíduos.

Os homens, os indivíduos mais jovens, assim como os pertencentes às classes sociais mais elevadas são quem apresenta consumos acima da média do universo, revelando assim mais afinidade com o meio rádio (afinidade acima de 100%).

placeholder

A análise tem como base os resultados do primeiro semestre de 2017 do estudo Bareme Rádio da Marktest, que analisa o comportamento dos residentes no Continente, com 15 e mais anos, relativamente ao meio rádio. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais
  • Social Media em Market Research

    Evento online, cujo tema é a utilização das redes sociais em extudos de mercado. Este evento tem a colaborção de Ray Poynter, especialista em Market Research e Insights

    29 de junho de 2021

    APODEMO em colaboração com a MRS

    formacao@apodemo.pt

  • QSP Summit

    Uma das mais relevantes conferências de Management e Marketing da Europa.

    1 a 2 de julho de 2021

    QSP - Consultoria de Marketing

    Exponor, Porto

    info@qspsummit.pt