Protagonistas da informação em julho de 2018

Protagonistas da informação em julho de 2018

placeholder

Confira o top de protagonistas da informação televisiva em julho, de acordo com os dados do serviço Telenews.

Grupo Marktest
14 agosto 2018

Em julho de 2018, o Primeiro ministro, António Costa, liderou em termos de exposição mediática, ao protagonizar 108 notícias com 4 horas e 39 minutos de duração durante o mês.

Note-se que esta análise exclui eventuais programas, debates ou entrevistas realizadas no período e que na contabilização do tempo se considera o tempo total de duração da notícia.

A líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, foi segunda, ao intervir na primeira pessoa em 99 notícias, com 4 horas de duração.

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, baixou este mês para a terceira posição, tendo estado perante os ecrãs por 3 horas e 56 minutos de duração, repartidos por 97 notícias.

Rui Rio, líder do PSD, foi quarto, intervindo diretamente em 90 notícias de 3 horas e 32 minutos de duração.

O ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, foi quinto, com intervenção direta em 54 notícias de 2 horas e 19 minutos de duração.

Jerónimo de Sousa (líder do PCP), Assunção Cristas (líder do CDS-PP), Pedro Marques (ministro do Planeamento e das Infraestruturas), Paulo Portas (ex-líder do CDS-PP e comentador de Tv) e José Miguel Júdice (advogado e comentador de Tv) completam a lista dos 10 nomes que protagonizaram notícias de maior duração total durante o mês de julho de 2018.

Esta análise considera apenas os serviços regulares de informação dos canais em análise no período compreendido entre 1 e 31 de julho de 2018. Em análise, estão os seguintes programas: Jornal da Tarde, TeleJornal e Portugal em Directo; 24: Sumário (RTP2); Primeiro Jornal e Jornal da Noite (SIC); Jornal das 8 e Jornal da Uma (TVI).

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais

  • Winter School: Media and Populism

    Segundo a organização, o objectivo desta iniciativa é "debater, numa perspectiva global, o fenómeno do populismo contemporâneo, percebendo de que modo este utiliza a comunicação mediada, do jornalismo aos meios digitais, para chegar ao poder”.

    15 a 19 de janeiro de 2019

    Faculdade de Ciências Humanas - Universidade Católica

    Palácio Foz, Pestana Pousada de Lisboa e Universidade Católica Portuguesa

    ucpwinterschool@gmail.com

  • Marketing em Debate

    Integrado nas "Conversas M&P" esta conferência irá juntar diversos profissionais, entre responsáveis de marketing, de agências de meios e criativas e de grupos de media.

    17 de janeiro de 2019

    Meios & Publicidade

    Cidade do Futebol, Cruz Quebrada

    talbuquerque@meiosepublicidade.pt