Lisboetas e portuenses dizem fazer uma alimentação saudável
Grupo Marktest,  14 outubro 2008

placeholder

O dia 16 de Outubro assinala o Dia Mundial da Alimentação, instituído pela FAO. Com esse mote, a Marktest.com Notícias quis saber como classificam os lisboetas e portuenses a alimentação que fazem, através de uma sondagem realizada pelo Fonebus da Marktest.

Inquiridos quanto aos cuidados habitualmente tidos com a alimentação, os residentes na Grande Lisboa e Grande Porto com 18 e mais anos dizem que fazem sempre ou muitas vezes uma alimentação saudável: 19.1% diz fazer sempre uma alimentação saudável e 42.7% diz fazê-lo muitas vezes, enquanto 26.8% diz fazê-lo algumas vezes e 10.9% poucas vezes ou nunca.

placeholder

Sobre as razões que levam estes indivíduos a não fazer uma alimentação mais saudável, a lista aparece encabeçada pela falta de tempo, justificação dada por 40.9% dos que dizem não ter sempre ou muitas vezes uma alimentação saudável. A preguiça em cozinhar outro tipo de refeições e o gostar desse tipo de comida são outras das razões apontadas por estes indivíduos.

placeholder

Por comparação com a situação verificada cinco anos antes, a maioria (59.3%) dos inquiridos nesta sondagem diz ter hoje mais cuidados com a alimentação do que antes; 35.4% diz ter os mesmos cuidados e 4.9% confessa ter hoje menos cuidados com a alimentação. Entre os que dizem ter hoje mais cuidado com a alimentação estão as mulheres (62.8%), os jovens entre os 25 e os 34 anos (67.3%) e os residentes no Grande Porto (64.0%).

placeholder

Tendo em conta as respostas dadas às questões anteriores, não admira assim que 55.7% dos inquiridos diga ter um peso normal, enquanto 8.5% diz ter peso a menos e 35.0% confessar ter peso a mais. Entre os que se dizem com peso a mais, estão sobretudo os mais idosos (45.6% dos que têm mais de 54 anos) e os indivíduos das classes sociais mais baixas (38.3% dos indivíduos das classes sociais média baixa e baixa).

Finalmente, 53.7% dos inquiridos disse praticar habitualmente exercício físico, especialmente os homens (59.8%), os jovens dos 18 aos 24 anos (65.6%) e os indivíduos das classes sociais alta e média alta (63.0%). A análise dos dados mostra ainda que os indivíduos que dizem ter peso a mais são também os que menos dizem praticar exercício físico (47.7%).

Consulte aqui a metodologia deste Fonebus da Marktest ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais
  • Social Media em Market Research

    Evento online, cujo tema é a utilização das redes sociais em extudos de mercado. Este evento tem a colaborção de Ray Poynter, especialista em Market Research e Insights

    29 de junho de 2021

    APODEMO em colaboração com a MRS

    formacao@apodemo.pt

  • QSP Summit

    Uma das mais relevantes conferências de Management e Marketing da Europa.

    1 a 2 de julho de 2021

    QSP - Consultoria de Marketing

    Exponor, Porto

    info@qspsummit.pt