A geografia da rádio

A geografia da rádio

placeholder

Os residentes na Grande Lisboa são os que apresentam maior consumo de rádio, de acordo com o estudo Bareme Rádio da Marktest.

Grupo Marktest
24 agosto 2010

Os resultados do Bareme Rádio para o primeiro semestre de 2010 mostram que a audiência acumulada de véspera é de 57.1%, considerando o universo dos residentes no Continente com 15 e mais anos.

Numa análise por regiões, é possível ver como são os residentes na Grande Lisboa os que apresentam maior consumo deste meio, com 61.6%. Pelo contrário, no Sul observam-se as taxas mais baixas, de 50.9%.

Comparando a audiência acumulada de véspera dos Grupos de Rádio em cada região com a observada no Universo, através do índice de afinidade, vemos como cada Grupo tem uma geografia específica (expressa nos mapas seguintes).

Assim, Grande Lisboa, Litoral Centro e Sul apresentam uma afinidade positiva com as rádios do Grupo Media Capital, com um consumo superior à média (índice de afinidade superior a 100).

O Sul e a Grande Lisboa apresentam uma afinidade positiva com as rádios do Grupo RDP.

A maioria das regiões apresenta uma afinidade positiva com as rádios do Grupo Renascença, exceptuando apenas o Interior Norte e o Sul. Já a TSF regista maior afinidade em nas regiões da Grande Lisboa, Grande Porto e Interior Norte.

A análise tem como base os resultados do primeiro semestre de 2010 do estudo Bareme Rádio da Marktest, que analisa o comportamento dos residentes no Continente, com 15 e mais anos, relativamente ao meio rádio. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais