Referências à Pepsi “disparam” nos social media
Referências à Pepsi “disparam” nos social media
placeholder
Uma campanha publicitária da Pepsi sueca motivou milhares de comentários de portugueses nas redes sociais, em resposta a uma "brincadeira" com Cristiano Ronaldo. As referências à marca e à sua "rival", Coca-Cola, aumentaram exponencialmente.
Grupo Marktest
20 novembro 2013

placeholder Depois de garantida a presença dos portugueses no Mundial de Futebol a disputar no Brasil no próximo ano, após a vitória da selecção nacional no jogo contra a Suécia, "dispararam" os comentários à marca Pepsi nas redes sociais.

Estes comentários, maioritariamente negativos, são uma resposta à campanha que a Pepsi sueca pôs no ar nas redes sociais nos dias que precederam os jogos com a equipa portuguesa e que usavam um boneco de voodoo com o equipamento da selecção nacional e o nº 7 de Cristiano Ronaldo, uma estratégia para ajudar a equipa sueca a garantir o seu apuramento ao Mundial de 2014.

Como se viu, Cristiano Ronaldo contrariou em campo até estas estratégias e assegurou o apuramento da nossa equipa.

As reacções à campanha da Pepsi fizeram-se sentir logo após o jogo da equipa das quinas, catapultando as menções à marca para valores inéditos entre nós, de acordo com os dados do Social Media Explorer do Grupo Marktest.

No dia 19 de Novembro, a Pepsi foi a marca de bebidas mais mencionada nas redes sociais, com 54% dos comentários a provir do Twitter, 39% do Facebook e 7% dos outros meios monitorizados.

A marca retirou entretanto esses posts da sua página do Facebook e pediu desculpas pelo sucedido, mas são vários os comentários aí publicados, sobretudo por utilizadores portugueses, que utilizaram as imagens da campanha da marca e as alteraram de forma a mostrar o seu desagrado pelo episódio.

Entretanto, as referências a Cristiano Ronaldo registaram igualmente um forte incremento nesse dia, para valores similares aos máximos anuais do "melhor do mundo".

ACTUALIZAÇÃO

Os valores da Pepsi mais do que triplicaram no dia seguinte, colocando a marca no topo das referências na categoria de bebidas mesmo se analisado o período de um mês. Os números ainda registaram um acréscimo no dia 21 e depois começaram a baixar.

O mesmo efeito foi sentido nas menções a Cristiano Ronaldo, que no dia 20 aumentaram 88% face à véspera, para depois também baixar.

Um outro fenómeno colateral se observou nas redes sociais esta semana, com as menções à Coca-Cola a atingir o valor máximo do ano, no dia 22, uma grande parte devido ao "caso" com a Pepsi.

O Marktest Social Media Explorer é um serviço do Grupo Marktest que monitoriza os conteúdos que circulam nas redes sociais relacionados com marcas ou personalidades. Contacte-nos se pretende mais informações sobre este serviço.

Esta análise foi actualizada no dia 25 de Novembro de 2013.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais