Seguro habitação com perto de 4 milhões de subscritores

Seguro habitação com perto de 4 milhões de subscritores

placeholder

De acordo com o estudo Basef Seguros da Marktest, cerca de 4 milhões de portugueses possuem seguro habitação.

Grupo Marktest
10 setembro 2019

Entre janeiro e agosto de 2019, o estudo Basef Seguros da Marktest contabilizou 3 950 mil indivíduos que possuíam seguro habitação, um valor que corresponde a 43.9% do universo composto pelos residentes em Portugal com 15 e mais anos.

Os valores apresentados para a posse deste tipo de seguro, entre 2012 e os primeiros 8 meses de 2019 revelam algumas oscilações. Após registar a percentagem de posse mais elevada em 2014 (47.7%), os valores seguiram uma tendência descendente até ao mínimo em 2017 (41.1%). Depois dessa data, regista-se uma tendência de recuperação, para os 43.4% observados em 2018 e os 43.9% nos primeiros 8 meses de 2019.

Ao observar a posse deste seguro pela população, vemos que a idade é a variável que tem maior influência, registando maiores diferenças de comportamento dos indivíduos. A classe social também regista diferenças assinaláveis, ao contrário do género e da região.

Este tipo de seguros encontra penetração superior à média do universo junto dos indivíduos entre os 35 e os 54 anos, com um máximo de 61.8% junto dos indivíduos entre 45 e 54 anos. Por classe social, os valores oscilam entre um máximo de 60.1% junto da classe alta e média alta e um mínimo de 36.0% junto da classe média baixa e baixa.

Esta análise foi realizada com base nos resultados da vaga de fevereiro de 2019 do estudo Basef Seguros da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais