Desafios de IT no Grupo Marktest

Desafios de IT no Grupo Marktest

placeholder

Tal como muitas empresas, o Grupo Marktest enfrentou um enorme desafio, que conseguiu superar de forma exemplar, ao colocar em teletrabalho mais de 3 centenas de colaboradores, em escassos dias, o que permitiu que as suas empresas mantenham o normal funcionamento de toda a sua atividade.

Grupo Marktest
7 abril 2020

O desafio colocado ao IT, de colocar em proteção, via teletrabalho, um vasto número de colaboradores, veio realçar o grande espírito de entreajuda, interação, agilidade, elasticidade e solidariedade entre os mais variados departamentos de todo o universo de empresas que integram o Grupo Marktest e Gestimédia.

Numa operação faseada, com intervalos de vagas muito curtos, a equipa de IT e Desenvolvimento da Markdata colocaram todos os departamentos de recolha de informação aptos em trabalho remoto, sempre com estreita colaboração com as direções de cada equipa. As direções das várias empresas garantiam o rollout estratégico e operativo, enquanto no IT, acessos via VPN eram criados (massivamente) para todos os elementos. Pacotes de instalação, "howtos", acessos, restrições de segurança, etc eram garantidos, enquanto se monitorizava constantemente a largura de banda (entretanto duplicada) para que o disparar de acessos provocados pela utilização massiva de VPNs não tivesse impacto na experiência dos nossos clientes com os nossos serviços. Paralelamente, uma equipa de desenvolvimento criava e adaptava, em tempo record, a realidade de "Call-center on-site" transformando-a em postos remotos, providenciando assim, àqueles cuja realidade é a partilha de um espaço físico de grande concentração, a garantia de poder executar o seu trabalho em segurança e protegidos em suas casas.

Outro factor de grande importância foi o desempenhado pelas ferramentas e métodos de comunicação interna onde uns foram adaptados e outros, novos, adoptados (com enorme sucesso), garantindo, assim, aproximação e humanização na comunicação entre todos os colaboradores. Regras como o dar primazia às mensagens escritas foram estabelecidas, seguindo-se a comunicação áudio e o mais exigente, vídeo, apenas nas situações estritamente necessárias (por ordem de impacto no consumo de recursos). A nova realidade trouxe também novas metodologias, como por exemplo, as formações que, mesmo internas, passaram a ser Webinars.

Seguindo a mesma linha de pensamento, onde a largura de banda é cada vez mais um bem de primeira de necessidade, houve um despertar nas famílias da necessidade de cuidados até aqui não contemplados: o da sua gestão de utilização de internet no lar. Esta é, agora, mais apertada e rigorosa, principalmente enquanto os próprios operadores se adaptam aos disparos inéditos de utilização (com os constrangimentos por isso causados), forçando à implementando de regras de utilização profissional/educacional vs lúdica disciplinadas e rigorosas.

Passadas estas semanas, o saldo é francamente fantástico, estando todos transversalmente orgulhosos dos resultados obtidos, garantindo a continuidade de todos os serviços, mas, acima de tudo, protegidos.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

placeholder
Hugo Pereira
Responsável de IT do Grupo Marktest

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais

  • Portugal Smart Cities Summit

    Esta exposição tecnológica (que tem o apoio institucional do Ministério da Economia, do Ministério do Ambiente e do Ministério da Ciência e Tecnologia, bem como do Secretário de Estado da Energia), conta com a participação de Municípios, Startups, PMEs e Universidades.

    22 a 24 de setembro de 2020

    Fundação AIP

    FIL, Parque das Nações, Lisboa

    elisabete.martins@ccl.fil.pt

  • ONSeries Lisboa

    Nesta mostra de conteúdos televisivos de ficção nacional, estarão presentes potenciais compradores de todo o mundo.

    28 e 29 de setembro de 2020

    Inside Content

    Centro Cultural de Belém, Lisboa