Indivíduos em idade ativa com maior afinidade com a rádio

Indivíduos em idade ativa com maior afinidade com a rádio

placeholder

A análise dos dados do Bareme Rádio da Marktest revela que os indivíduos entre os 25 e os 54 anos registam os maiores consumos de rádio.

Grupo Marktest
19 janeiro 2021

De acordo com os dados relativos ao ano de 2020 do estudo Bareme Rádio da Marktest , a audiência acumulada de véspera do meio foi de 55.8%, percentagem de portugueses que ouviu rádio na véspera - num total de 4 milhões e 775 mil indivíduos.

Considerando as variáveis sociodemográficas, vemos que os indivíduos entre 25 e 54 anos, assim como os das classes mais elevadas são quem tem mais afinidade com este meio, apresentando índices de audiência acumulada de véspera superiores ao universo, mais 28% no caso dos indivíduos dos 35 aos 44 anos e dos pertencentes à classe alta.

Os dados do Bareme Rádio mostram também uma diferença de comportamentos muito significativa entre homens e mulheres: enquanto estas registam 48.5% de audiência acumulada de véspera, entre os homens o indicador sobe para 63.9%.

Os mais velhos e os indivíduos das classes mais baixas são quem apresenta uma menor afinidade com o meio.

A análise tem como base os resultados da vaga anual de 2020 do estudo Bareme Rádio da Marktest, que analisa o comportamento dos residentes no Continente, com 15 e mais anos, relativamente ao meio rádio.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais