Empresas de menor dimensão
Os dados disponíveis na análise Os Concelhos Portugueses 1998-2008, que a Marktest recentemente tornou disponível, mostram como no tecido empresarial português têm cada vez mais relevância as empresas de menor dimensão.
Grupo Marktest, 6 janeiro 2009

placeholder A análise dos dados do Ministério do Trabalho e da Solidariedade disponíveis na publicação Os Concelhos Portugueses 1998-2008, produzida com base no sistema de informação Sales Index da Marktest, mostra que o número de estabelecimentos de empresas no Continente aumentou 77.1% entre 1995 e 2005, totalizando actualmente 378 756 estabelecimentos.

A faixa litoral localizada a norte de Lisboa é a que concentra o maior número de estabelecimentos de empresas, destacando-se as regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto. Mas o seu peso relativo tem diminuído, já que estas foram as áreas que menores taxas de crescimento no número de estabelecimentos empresariais registaram no período em análise.

A estrutura empresarial do Continente revela que 5.0% dos estabelecimentos de empresas são do sector primário, 26.2% do secundário e 68.8% do terciário.

À semelhança do aumento do número de estabelecimentos de empresas, também se registou no Continente um acréscimo no número de pessoas ao serviço entre 1995 e 2005. Este crescimento, de 36.7%, foi, no entanto, inferior ao verificado no número de estabelecimentos empresariais, pelo que o número médio de pessoas nas empresas decresceu.

Em 2005, eram 2 960 mil as pessoas ao serviço nas empresas portuguesas, 25.2% das quais nos concelhos da região da Grande Lisboa.

No tecido empresarial português têm assim cada vez mais relevância as empresas de menor dimensão. Entre 1995 e 2005, passou-se de uma média de 10.1 para 7.8 pessoas por empresa, o que equivale a uma quebra de 22.8%.

A análise realizada tem como base indicadores disponíveis no sistema de informação Sales Index da Marktest, trabalhados na publicação Os Concelhos Portugueses 1998-2008, recentemtente lançada. A informação desta publicação encontra-se estruturada em 11 áreas temáticas:

  • Território e Ambiente
  • População
  • Construção e Habitação
  • Ensino, Cultura e Lazer
  • Saúde e Segurança Social
  • Justiça
  • Estrutura Empresarial e Emprego
  • Actividade Económica
  • Finanças Nacionais e Autárquicas
  • Índices Marktest
  • Sites Autárquicos

A análise apresenta diversas abordagens, permitindo visualizar as tendências de evolução dos principais indicadores estatísticos, a estrutura regional de cada indicador e destaca os concelhos que se evidenciam (pela positiva ou pela negativa) em cada tema. Em anexo, é disponibilizada a informação desagregada por concelho.

Para obter mais detalhes sobre esta análise, consulte o seguinte link e veja a brochura de apresentação. Contacte-nos pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais