Fundação Vox Populi mede Estado da Nação

Fundação Vox Populi mede Estado da Nação

placeholder

De acordo com os resultados divulgados pela Fundação Vox Populi e que têm como base uma sondagem realizada pela Marktest, os portugueses chumbam as dimensões em análise que permitem classificar Portugal e os portugueses e medir o Estado da Nação.

21 dezembro 2010

A Fundação Vox Populi (Fvp) apresentou recentemente os resultados do seu índice do Estado da Nação, que tem como base uma sondagem realizada pela Marktest no primeiro semestre de 2010. Este Índice permite ver como é que os portugueses classificam o país e a si próprios relativamente a 14 dimensões: Conflitualidade, Corrupção, Democracia, Economia Nacional, Economia Pessoal e Familiar, Educação, Imagem de Portugal, Imigração, Jornalismo, Justiça, Meio Ambiente, Qualidade de Vida, Saúde e Segurança.

Numa escala de 0 a 200, o índice assume em 2010 um valor de 72, o que revela que os portugueses fazem uma apreciação global medíocre relativamente a estas dimensões em análise. De acordo com os critérios definidos pela Fundação Vox Populi, este valor do Índice de avaliação do Estado da Nação 2010 é considerado "Médio Baixo" (entre 41 e 80).

Tendo em conta o perfil dos inquiridos, as mulheres mostram-se mais negativas (68) do que os homens (76) a classificar o Estado da Nação. Os mais velhos, acima dos 55 anos, são os mais críticos (63) na avaliação sendo os mais jovens, de 18 e 34 anos, os mais generosos (81). As classes média baixa/baixa (67) classificam pior do que a classe média (74) e a alta/média alta (82).

Uma análise dos dados deste Índice, mostra ainda que os temas sobre os quais os portugueses são mais críticos e sobre os quais as suas expectativas de evolução no próximo ano são mais pessimistas são também aqueles que mais mobilizam a sua opinião.

De facto, as questões avaliadas de forma mais negativa, como a corrupção, a economia nacional, a justiça, a conflitualidade, a imigração e a segurança, são também aquelas que os portugueses acham que irão ter uma evolução negativa no próximo anos e sobre as quais as opiniões são mais expressivas (ou seja, os inquiridos expressaram de facto a sua opinião, de forma positiva ou negativa, não se "refugiando" nas respostas "regular" ou "não sabe/não responde").

Em 2010, apenas três dimensões recebem nota positiva (acima de 100) dos portugueses: imagem de Portugal, jornalismo e qualidade de vida. As duas primeiras dimensões têm ainda expectativa de evolução positiva, tal como meio ambiente e educação, enquanto qualidade de vida, democracia e saúde mostram expectativa de manutenção no próximo ano. Já as restantes dimensões recebem expectativa de evolução negativa no próximo ano.

O quadro seguinte resume estes comentários.

A Fvp - Fundação Vox Populi

A Fvp - Fundação Vox Populi é uma organização sem fins lucrativos, instituída em 2009 por Luís Queirós, presidente do Grupo Marktest. A Fvp consiste no braço de responsabilidade social do grupo Marktest. A Fvp actua no domínio da recolha da opinião pública, dos estudos de opinião e do tratamento estatístico dos dados e pretende auscultar, estudar e compreender o povo português, residente e não residente em Portugal, através do rigor científico e independência dos estudos de opinião. Ambiciona dar a conhecer o estado da nação, através das áreas de análise da opinião e apadrinha projectos específicos na área da sustentabilidade.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais