20 anos de análise regional
20 anos de análise regional
placeholder
A Marktest está há mais de duas décadas a analisar os concelhos portugueses e lançou recentemente uma análise síntese dos principais indicadores de desenvolvimento regional.
Grupo Marktest
29 outubro 2013

placeholder Numa época como a que vivemos actualmente, em que a informação circula por vários meios, prolifera e está omnipresente em todos os momentos das nossas vidas, torna-se por vezes necessário um olhar que possa selecionar e filtrar o que realmente importa, o que é credível, o que é útil e oportuno à vida das empresas e instituições.

Esse papel tem sido desempenhado pela Marktest há mais de 20 anos em várias áreas e muito em especial na área da geodemografia, onde o Sales Index se posiciona como uma das principais ferramentas de análise de informação de âmbito regional e local.

Com base nos dados disponíveis no Sales Index, que provêm eles próprios de centenas de fontes de informação oficiais e particulares, a Marktest Consulting lançou recentemente uma nova análise sobre o que mudou em Portugal nos últimos 20 anos, Os Concelhos Portugueses 1992-2012.

Esta análise posiciona-se assim como uma síntese das principais alterações ocorridas no país ao nível do concelho, selecionando e filtrando a informação realmente relevante para o dinamismo regional. Para além da análise descritiva e gráfica dos cerca de 200 indicadores tratados, o relatório disponibiliza ainda os dados de base para cada um dos 308 concelhos do país em formato de folha de cálculo.

Alguns insights da análise:

  • Ainda há 4% de portugueses que não são abastecidos por água da rede pública e 15% por sistemas de drenagem de águas residuais
  • A mortalidade infantil baixou para menos de metade em 20 anos
  • Os casamentos baixaram para metade e os divórcios aumentaram 40% nas últimas 2 décadas
  • Aumentou o número de famílias de menor dimensão
  • O número de alojamentos de uso sazonal triplicou em 20 anos
  • Na educação, o número de escolas baixou 24% e o número de alunos subiu 10% em 20 anos, com o número de alunos no ensino privado a triplicar
  • Na última década, a oferta de cinema aumentou 20% mas os espectadores baixaram 8%
  • No turismo, o número de hóspedes subiu 33% em 10 anos, um sector que recebe 53% de hóspedes estrangeiros e onde 35% das dormidas ocorrem no Algarve
  • Na saúde, ainda existem 2 concelhos sem Centro de Saúde e um terço dos hospitais localizam-se em 3 concelhos apenas
  • O número de pensionistas da Segurança Social cresceu 24%
  • Na justiça, o número de escrituras caiu 68% mas o número de processos cíveis e tutelares aumentou
  • O número de empresas sofreu uma queda nos anos mais recentes, com o tecido empresarial a ser formado por empresas de serviços e de pequena dimensão
  • O consumo de electricidade duplicou em 20 anos, as vendas de combustível cresceram 55% e o consumo de gás natural duplicou
  • As vendas de automóveis caíram 28%, em especial as de ligeiros
  • O número de estabelecimentos comerciais aumentou 41% e o de dependências bancárias quase duplicou nos últimos 20 anos
  • O valor dos depósitos cresceu 51% e o do crédito concedido pelos bancos aumentou 87%
  • A rede Multibanco quintuplicou em duas décadas e os pagamentos automáticos mais que duplicaram

A análise apresenta diversas abordagens, permitindo visualizar as tendências de evolução dos principais indicadores estatísticos, a estrutura regional de cada indicador e destaca os concelhos que se evidenciam (pela positiva ou pela negativa) em cada tema, sempre numa perspectiva de comparação longitudinal. Em anexo, é disponibilizada informação desagregada por concelho.

Para obter mais detalhes sobre esta análise, veja o documento de apresentação ou contacte-nos pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais