Portugueses preferem sabonete líquido

Portugueses preferem sabonete líquido

placeholder

Segundo os dados do estudo TGI da Marktest, há mais portugueses a usar sabonete líquido do que sólido.

Grupo Marktest
21 junho 2016

De acordo com os dados da vaga global de 2015 do estudo TGI da Marktest, o número de portugueses que usaram sabonetes líquidos (exclui gel de banho) nos últimos 12 meses superou o dos que usaram sabonetes sólidos.

Entre os residentes no Continente com 15 e mais anos, 74.3% (6,4 milhões) referiu usar sabonetes líquidos enquanto 63.3% (5,4 milhões) disse usar sabonetes sólidos.

Ao longo dos últimos anos, esta diferença de preferências tem-se acentuado, mostrando em 2015 uma situação inversa à observada em 2008 quando mais portugueses optavam por sabonetes sólidos.

Esta preferência é comum a praticamente todos os targets demográficos. A única exceção são os indivíduos com mais de 54 anos, que tendem a preferir sabonetes sólidos. Entre o grupo dos indivíduos dos 25 aos 34 anos e junto dos residentes no Sul encontramos a maior diferença entre a opção por estes dois tipos de sabonetes, privilegiando os líquidos proporcionalmente mais do que a média.

Os dados e análises apresentadas fazem parte do estudo TGI, propriedade intelectual da Kantar Media, e do qual a Marktest detém a licença de exploração em Portugal, é um estudo único que num mesmo momento recolhe informação para 17 grandes sectores de mercado, 280 categorias de produtos e serviços e mais de 3000 marcas proporcionando assim um conhecimento aprofundado sobre os portugueses e face aos seus consumos, marcas, hobbies, Lifestyle e consumo de meios.

Presente em mais de 60 países nos 5 Continentes, o TGI poderá ainda caracterizar mercados internacionais com vista ao conhecimento dos consumidores além fronteiras.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais