A qualidade do ensino em Portugal

48.9% dos inquiridos considera a qualidade do ensino em Portugal muito negativa, revela uma sondagem realizada pela Marktest para o Diário de Notícias e TSF sobre educação. Embora seja significativa a percentagem (35.8%) dos que qualificam de positiva a qualidade do ensino, existe uma tendência maioritariamente negativa.

Observando os resultados desta sondagem por sexo, verifica-se que 49.7% das mulheres consideram a qualidade do ensino má e muito má, o que as coloca numa posição mais penalizadora do que homens (48%). Por faixas etárias, talvez devido ao facto de viverem os dissabores do ensino no momento, são os mais novos os menos condescendentes, 43% consideram o ensino mau. Ainda por regiões Marktest, o Litoral Centro destaca-se com 43,8 % dos inquiridos a considerarem o ensino mau.

Bastante expressiva é a percentagem de inquiridos que defendem a avaliação para os professores, cerca de 90%. Até porque, quando questionados sobre as razões do baixo rendimento escolar no nosso país, 40.8% dos inquiridos consideram que os professores têm responsabilidades nesta matéria.

Na pergunta de resposta múltipla sobre as razões do baixo rendimento escolar no nosso país, embora 55% considere que se deve às condições de vida dos alunos, verifica-se que as responsabilidades se repartem entre os alunos, os professores, condições das infra-estruturas das escolas e programas.

Esta sondagem Marktest/DN tem um universo constituído por indivíduos, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 18 anos, residentes em Portugal Continental, em lares com telefones. A amostra é representativa do universo e é constituída por 804 entrevistas. A selecção de lares foi feita aleatoriamente, a partir da base de telefones residenciais disponíveis em Portugal continental e a recolha da informação decorreu entre os dias 14 e 18 de Janeiro de 2002 e foi feita através do método de entrevista telefónica com sistema CATI (Computer Assisted Telephone Interview).



placeholder
 
Os Professores deveriam ser avaliados? A que se deve o baixo rendimento escolar em Portugal?
Clique na imagem para visualizar o gráfico Clique na imagem para visualizar o gráfico
placeholder placeholder




Fonte: Marktest, Fonebus

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais