Consumo de pastilhas elásticas a baixar

Consumo de pastilhas elásticas a baixar

placeholder

Os dados do estudo TGI da Marktest mostram um retrocesso no consumo de pastilhas elásticas entre os portugueses.

Grupo Marktest
8 outubro 2019

Na 1ª vaga de 2019, o estudo TGI da Marktest quantifica em 3 milhões e 104 mil o número de indivíduos que referem ter consumido pastilhas elásticas nos últimos 12 meses, o que representa 36.2% dos residentes no Continente com 15 e mais anos.

Este produto apresenta uma taxa de penetração em queda no nosso país, estando em 2019 35.5% abaixo do verificado em 2011.

As mulheres apresentam uma taxa de consumo acima da dos homens. Também os mais jovens são quem mais consome este produto, maioritário entre os 15-24 anos, numa taxa quase 4 vezes superior à dos mais idosos. Os residentes no Litoral Norte e os indivíduos das classes sociais mais elevadas também apresentam uma taxa acima da média.

Os dados do TGI indicam ainda que as pastilhas elásticas sem açúcar são as mais consumidas pelos portugueses, sendo a marca Trident a que tem mais consumidores.

Os dados e análises apresentadas fazem parte do estudo TGI, propriedade intelectual da Kantar Media, e do qual a Marktest detém a licença de exploração em Portugal, é um estudo único que num mesmo momento recolhe informação para 17 grandes sectores de mercado, 280 categorias de produtos e serviços e mais de 3000 marcas proporcionando assim um conhecimento aprofundado sobre os portugueses e face aos seus consumos, marcas, hobbies, Lifestyle e consumo de meios.

Presente em mais de 60 países nos 5 Continentes, o TGI poderá ainda caracterizar mercados internacionais com vista ao conhecimento dos consumidores além fronteiras.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais