Consumo de rádio pela Internet continua a aumentar

Consumo de rádio pela Internet continua a aumentar

placeholder

O estudo Bareme Rádio da Marktest mostra que o hábito de escutar rádio pela Internet mantém tendência de crescimento.

Grupo Marktest
12 janeiro 2021

O estudo Bareme Rádio da Marktest quantifica, no segundo semestre de 2020, em 2 milhões e 844 mil o número de residentes no Continente com 15 e mais anos que afirmaram ouvir rádio pela Internet, um número que representa 33.2% do universo em análise. Ou seja, um em cada 3 portugueses tem este hábito.

Este indicador tem crescido sistematicamente nos últimos anos, contando-se hoje mais um milhão de ouvintes na Internet do que no segundo semestre de 2014.

Na análise do perfil dos indivíduos que costumam ouvir rádio online, a idade surge como a variável que maior diferença de comportamentos apresenta, sendo os jovens dos 25 aos 34 anos os que possuem maior afinidade com este hábito, comum a 56.6% deles. Os valores baixam acentuadamente com o subir da idade, para um mínimo de 5.2% junto dos indivíduos com mais de 64 anos.

As classes sociais também apresentam um comportamento relativamente heterogéneo, com os valores a baixar gradualmente de um máximo de 55.4% entre os indivíduos das classes mais altas para um mínimo de 12.9% entre os indivíduos da classe baixa.

A análise tem como base os resultados da vaga do segundo semestre de 2020 do estudo Bareme Rádio da Marktest, que analisa o comportamento dos residentes no Continente, com 15 e mais anos, relativamente ao meio rádio.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais