Homens e mulheres divergem nos cuidados de rosto
Homens e mulheres divergem nos cuidados de rosto
placeholder
O uso de cremes e loções de rosto é mais comum entre as mulheres, com a pandemia a provocar alterações no comportamento entre os dois géneros, indicam os dados do estudo TGI da Marktest.
Grupo Marktest
6 dezembro 2022

placeholder O estudo TGI da Marktest quantifica, na vaga global de 2021, 1,3 milhões de homens e 3,5 milhões de mulheres que referem ter usado cremes ou loções para a cara nos últimos 12 meses.

Estes números representam 33% dos homens e 78% das mulheres residentes no Continente com 15 e mais anos. Este produto tem, assim, uma penetração mais de duas vezes superior entre as mulheres face aos homens.

Uma análise evolutiva permite ainda inferir que a pandemia de COVID-19 e todas as suas limitações à deslocação, teletrabalho, escola à distância, etc, tiveram um diferente impacto entre os dois sexos.

placeholder

É que, nos homens, assistiu-se a uma quebra muito assinalável na penetração do produto em 2020, passando de 38.5% para 26.1%, e uma recuperação em 2021 para os 33% agora registados. Já entre as mulheres, o movimento foi o oposto, com os valores a subir de 82% para 83% em 2020 e um decréscimo para 78% em 2021.

Os dados disponíveis evidenciam ainda uma padrão etário diferente entre os utilizadores de cremes ou loções de rosto: nos homens, é mais comum este consumo nas idades mais avançadas, enquanto nas mulheres, as maiores taxas se observam junto do grupo dos 25 aos 34 anos.

Os dados e análises apresentadas fazem parte do estudo TGI, propriedade intelectual da Kantar Media, e do qual a Marktest detém a licença de exploração em Portugal, é um estudo único que num mesmo momento recolhe informação para 17 grandes sectores de mercado, 280 categorias de produtos e serviços e mais de 3000 marcas proporcionando assim um conhecimento aprofundado sobre os portugueses e face aos seus consumos, marcas, hobbies, Lifestyle e consumo de meios.

Presente em mais de 60 países nos 5 Continentes, o TGI poderá ainda caracterizar mercados internacionais com vista ao conhecimento dos consumidores além fronteiras.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais