IVA a 0% reduziu em cerca de 5% o preço médio do cabaz alimentar
IVA a 0% reduziu em cerca de 5% o preço médio do cabaz alimentar
placeholder
Uma análise dos dados do serviço Precise da Marktest revela que a medida do IVA a 0% reduziu em cerca de 5% o preço médio do cabaz alimentar.
Marktest Investimentos
20 junho 2023

A medida do Governo que isentou de IVA um cabaz de 46 alimentos considerados essenciais entrou em vigor em abril, com o objetivo de mitigar os impactos que os portugueses foram sentindo ao longo do último ano com a subida da inflação. Passado apenas um mês, o estudo "PRECISE - Auditoria no ponto de venda", desenvolvido pela Marktest, permite constatar que o efeito prático da medida já é visível: logo no mês de maio verificou-se uma descida de cerca de 5% no preço médio do cabaz de produtos alimentares essenciais.

A análise feita pela Marktest à evolução do preço do cabaz alimentar ao longo dos últimos 12 meses, através do estudo "PRECISE", considerou a informação de preço de venda ao público (pvp) nas principais insígnias da distribuição alimentar. A recolha decorreu na primeira semana de cada mês e avaliou as diferentes tipologias de produtos.

Relativamente aos frescos, por exemplo, no cabaz de Frutas e Legumes (um total de 30 artigos), registou-se um aumento gradual dos preços no decorrer do ano passado, sendo o preço médio em maio de 2022 de 2,12€ por Kg e no final do mesmo ano de 2,45€. Ou seja, uma subida de 16%. Esta tendência de aumento dos preços manteve-se em 2023, tendo sofrido um aumento de 2% em janeiro, face ao mês anterior. A tendência de aumento prosseguiu até março, mês em que o valor médio do cabaz atingiu o valor mais alto dos últimos 12 meses: 2,65€.

Em abril o preço médio deste cabaz de 2023 já se situava nos 2,51€, sendo que em maio, já com o impacto da redução do IVA, a queda do preço médio prosseguiu para 2,39€.

Se analisarmos os produtos isoladamente, os dados do PRECISE indicam que a cebola foi o produto com maior aumento de preço, registando um acréscimo de 81% face a maio de 2022. Por sua vez, a curgete regista uma diminuição do preço médio.

Em todos os produtos abrangidos pelo IVA 0%, verifica-se uma descida do preço médio em maio deste ano, quando comparado com o mês anterior.

No que respeita à categoria de Arroz e Massa, e considerando um cabaz de sete produtos de arroz (agulha, carolino e vaporizado), de diferentes marcas de fabricantes, o preço médio mais elevado dos últimos 12 meses ocorreu em abril de 2023 e o mais baixo em maio do ano passado. A diferença de preço deste mês vs mês homólogo é de mais 23%. No entanto, é já visível uma descida do preço médio neste mês de maio (1,75€), quando comparado com o mês anterior (1,82€).

Já nas massas, o aumento face a maio de 2022 foi de 9%, embora no presente mês se verifique a redução do preço médio face a abril, devido ao IVA 0%.

Nesta categoria, o preço médio mais elevado ocorreu em dezembro do ano passado. Contrariamente a outras categorias, em janeiro deste ano registou-se uma descida de preço, face ao mês anterior. O maior aumento de preço ocorreu na massa de cuscuz, e o menor ocorreu em cotovelinhos e espirais.

Na categoria de Azeite e Óleo, e analisando um conjunto de oito azeites virgem extra (de marca de fabricante), constatamos que nos últimos 12 meses ocorreu um aumento gradual dos preços, atingindo o máximo no mês de abril de 2023.

Em maio do ano passado, o intervalo de preços oscilava entre os 5,02€ e 8,58€, enquanto em maio deste ano, o intervalo de preços ocorre entre 7,25€ e 10,04€.

A maior variação positiva do preço médio ocorreu em janeiro deste ano, subindo 9% face ao mês anterior.

Já o preço médio do óleo alimentar, foi mais constante ao longo do último ano. O pico ocorreu em junho de 2022 e o preço mais baixo ocorreu neste mês de maio. Não houve qualquer alteração de preço médio na transição de ano.

Também nos Lacticínios verificou-se um aumento do preço médio durante o último ano, sendo que estabilizou entre fevereiro e abril deste ano. No entanto, quando comparado o presente mês com o período homólogo de 2022, estamos perante um aumento de 25%.

À semelhança das outras categorias já analisadas, também os leites viram o seu preço médio descer em maio deste ano face ao mês anterior, devido à política de IVA 0%: em maio de 2022, o preço médio oscilava entre os 0,65€ e 0,88€ e em maio deste ano, entre os 0,90€ e 1,08€.

Já as manteigas, registaram aumentos todos os meses, tendo atingido o seu máximo em abril deste ano, representando um aumento de 19%, face a maio de 2022. Apesar de uma descida do preço médio, em maio deste ano, devido à ausência de IVA, o aumento de valor face ao período homólogo é de 14%.

Nota Metodológica
Precise - Auditoria Ponto Venda:
A Marktest, através do serviço de auditoria no ponto de venda, Precise, pretende fazer face às necessidades das marcas em acompanhar políticas de preço, presença dos produtos e de ações promocionais, quotas de espaço de linear e outros que decorrem no ponto de venda. A frequência de recolha é efectuada em conformidade com as necessidades do cliente, bem como a selecção de lojas. A recolha de dados é efectuada com um PDA com software específico para a recolha de dados, sendo a identificação dos produtos efectuada através de leitor de código de barras. Consulte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais
  • 4A's MPF

    O 4A's Management Practitioners Forum (MPF) é uma conferência exclusiva para membros, destinada a líderes de agências independentes.

    4 a 5 de junho de 2024

    American Association of Advertising Agencies

    Chicago, EUA

    gwalker@4as.org

  • Q2024

    Esta conferência tem como tema "Estatísticas Oficiais como Pilar da Democracia"

    4 a 7 de junho de 2024

    INE e Eurostat

    Centro de Congressos do Estoril, Estoril

    q2024@leading.pt