Produção nacional maioritária nas grelhas de TV
Produção nacional maioritária nas grelhas de TV
placeholder
Durante o ano 2023 os canais free to air RTP1, RTP2, SIC e TVI ofereceram 23,5 mil horas de programas produzidos em Portugal, 67% da sua emissão.
Grupo Marktest
20 fevereiro 2024

placeholder Uma análise dos dados da MediaMonitor relativos ao país de produção dos programas emitidos pela RTP1, RTP2, SIC e TVI ao longo do ano 2023 permite verificar como a produção nacional liderou a oferta destes canais.

Durante o ano, mais de dois em cada três minutos de emissão foi relativo a programas produzidos em Portugal, que representaram 67.2% da oferta, num total de 23 553 horas em 72 mil programas, o que equivale a uma média de quase 20 minutos por programa.

Os programas produzidos em outros países da UE foram os segundos mais frequentes, tendo ocupado 8.8% da grelha, seguidos por programas de produção conjunta, que representaram 2.7% da oferta. No conjunto, estas três origens significaram 78.8% do tempo de emissão destes canais no período em análise.

Estes pesos foram diferentes entre os 4 canais, tendo sido a RTP2 o canal com a grelha mais diversa, com 42% de programas de produção nacional e 32% de outros países da UE. Na RTP1 a programação nacional teve um peso superior, de 79%, seguida da TVI, com 77% e da SIC, com 71%.

Os dados da MediaMonitor mostram ainda que 29% da produção nacional passou na RTP1, 90% da produção de outros países da EU foi emitida pela RTP2, 74% dos programas brasileiros passaram na SIC e 34% daqueles com origem nos EUA foram oferecidos pela TVI.

Esta análise foi realizada com recurso ao software YumiAnalytics Desktop da MediaMonitor, com a base de dados CAEM-TV, para o ano 2023. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais