Lisboetas e portuenses sentem aumento do IVA

Em sondagem exclusiva realizada pela Marktest para a Marktest.com, os lisboetas e portuenses afirmam ter notado aumento dos preços desde que o IVA aumentou.

Dos inquiridos nesta sondagem, 75.7% afirma ter notado aumento dos preços desde que a taxa do IVA sofreu alteração e, destes, 57.4% considera mesmo que o aumento dos preços foi maior que o aumento do IVA.

Os resultados desta sondagem, realizada no dia 29 de Agosto de 2002, indicam ainda que as mulheres foram mais sensíveis ao aumento dos preços, já que 83.7% dos inquiridos do sexo feminino afirmou ter notado aumento dos preços após o aumento do IVA, contra 67.2% dos homens que também são dessa opinião.

Da mesma opinião são os inquiridos mais idosos: 83% dos inquiridos entre os 45 e os 64 anos afirmam ter notado aumento de preços, face aos 68% de jovens entre os 18 e os 24 anos que também expressaram a mesma opinião.



Junto dos inquiridos que afirmaram ter notado aumento dos preços, as mulheres são as mais “críticas”, com 59.3% delas a afirmar que esse aumento foi maior que o aumento do IVA; 55% dos homens também são dessa opinião, mas existe uma percentagem significativa, 34.1% deles, que afirma que o aumento dos preços foi igual ao aumento do IVA. Já nas mulheres, encontramos as maiores taxas de “não sabe” na resposta a esta questão: 14.8%, face aos 9.8% de homens que também não souberam responder a esta questão.



Inquiridos relativamente aos tipos de bens cujos preços mais aumentaram devido ao aumento do IVA, foi a categoria da alimentação e bebidas a que obteve mais referências: 80% dos indivíduos que havia referido ter notado aumento dos preços também seleccionou esta categoria como aquela onde esse aumento mais se fez sentir. A esta categoria seguem-se os transportes (61.1%), habitação e despesas da habitação (57.4%), vestuário e calçado (53.7%), restaurantes e hoteis (50.5%), comunicações (46.8%), cultura e lazer (37.9%), saúde (37.4%) e educação (36.8%).


Consulte aqui a ficha metodológica desta sondagem.


Fonte: Marktest

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais