MediaMonitor TV Tops
Tops de audiências e protagonistas da semana de 9 a 15 de Outubro de 2006.
MediaMonitor, 24 outubro 2006

placeholder Entre 9 e 15 de Outubro, o Polónia X Portugal para o apuramento do Campeonato da Europa alcançou a primeira posição do Top 10 programas com 20.1% de audiência média e 48.6% de share. Na segunda posição ficou a novela Tempo de Viver e logo a seguir o Portugal X Rússia em sub. 21. Canta por Mim ficou na quarta posição e seguido do Telejornal. O Especial Informação com a reportagem Direito a Morrer transmitido na SIC foi o melhor programas desta estação com 14.6% de audiência média e 35.4% de share. Esta semana a TVI e a RTP1 registam 4 posições no top, já a SIC conta com dois programas.

placeholder

Entre a 9 e 15 de Outubro a greve de professores em protesto contra as alterações ao Estatuto da Carreira do Docente e manifestação junto ao Parlamento, organizada pela CGTP, em protesto contra as politicas económicas e sociais do Governo marcaram a semana noticiosa.

Na liderança do Top Personalidades desta semana continua o Primeiro-ministro, José Sócrates à assinatura de um acordo com os parceiros sociais, excepto a CGTP, para a reforma da Segurança Social. Na Educação foi assinado acordo de parceria entre o MIT e Universidades e Institutos Portugueses nas áreas da Gestão e Engenharia.

Na 2ª posição do Top ficou o Presidente da República Cavaco Silva. O destaque da sua intervenção vai para a tomada de posse do novo Procurador-geral da República, Fernando Pinto Monteiro, e para o terceiro roteiro dedicado à Exclusão Social em Meio Urbano com visitas a instituições sociais na região de Lisboa.

Para a 3ª posição do Top entrou Ribeiro e Castro, líder do CDS-PP com a visita que efectuou a Timor, onde apelou ao consenso político e social. Em destaque ainda posição do CDS-PP acerca do próximo Orçamento de Estado.

placeholder

Outras notícias em destaque:

O Governo em conselho de ministros aprova a proposta de Orçamento de Estado para 2007. Este será agora submetido a discussão para posterior aprovação no Parlamento.
O Governo fez um balanço positivo do programa Simplex. O Ministro António Costa afirma que a taxa de execução do programa atinge 85%. Mostra-se ainda satisfeito com o balanço final da época de fogos florestais, a aplicação do dispositivo integrado de segurança resultou na diminuição da área ardida esta época.
A Comissão Europeia reviu em baixa o crescimento económico para a zona euro no ultimo trimestre deste ano. O crescimento do PIB não deve ultrapassar os 0.7%.
O presidente da Vodafone Portugal, António Carrapatoso, criticou a eventual autorização de fusão Optimus/TMN, porque criaria uma empresa com posição dominante no mercado de telecomunicações.
A Administração da General Motors e os trabalhadores chegaram a acordo para as indemnizações a pagar aos trabalhadores no âmbito do despedimento colectivo motivado pelo encerramento da fábrica da Opel da Azambuja.
Na Autoeuropa a administração e comissão de trabalhadores alcançaram um pré acordo laboral para os próximos dois anos.
No desporto, a selecção portuguesa perde com a Polónia em jogo de qualificação para o Euro 2008. O estatuto da arbitragem divide os Presidentes da Liga e da Federação Portuguesa de Futebol. Gilberto Madaíl, Presidente da FPF, mostra-se contra a profissionalização dos árbitros ao contrário de Hermínio Loureiro o Presidente da Liga de Clubes.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais