Pólos de atracção de cinéfilos diferem em Lisboa e Porto

Os resultados do estudo Bareme Cinema da Marktest mostram como, nas regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto, os pólos de atracção do cinema são diferentes.

Grupo Marktest,  19 agosto 2008

Segundo os resultados de 2008 do Bareme Cinema, relativos ao período compreendido entre Junho de 2007 e Julho de 2008, 2 454 mil portugueses com 15 e mais anos costumam ir ao cinema, um valor que representa 29.5% do universo em estudo.

Uma análise por concelho mostra que os concelhos de Lisboa e de Vila Nova de Gaia são os que atraem mais espectadores de cinema, respectivamente 398 mil e 178 mil.

As duas grandes áreas metropolitanas de Portugal, Lisboa e Porto, revelam comportamentos bastante diferenciados. Enquanto Lisboa se assume como pólo receptor dos adeptos da sétima arte, já o Porto coloca-se em segundo plano, ultrapassado por Gaia e Matosinhos.

A análise dos dois mapas permite assim verificar que, do total de residentes na Grande Lisboa que afirmam costumar ir ao cinema, 62.5% vai a cinemas situados no concelho de Lisboa. Oeiras e Cascais aparecem na segunda e terceira posição, com 14.6% e 14.3%, respectivamente e, em quarto, Almada, com 7.4%.

Na região do Grande Porto, é Vila Nova de Gaia o concelho que mais espectadores de cinema atrai, com 52.5% dos residentes na região a afirmar que costumam ir ao cinema a esse concelho. Matosinhos capta 33.9% dos cinéfilos do Grande Porto e o concelho do Porto 18.6%, um pouco mais que Gondomar (17.1%) e Maia (11.2%)

O Bareme Cinema estuda o universo constituído pelos residentes no Continente com 15 e mais anos. A amostra deste estudo é distribuída em 4 vagas trimestrais de 6.006 entrevistas cada, totalizando 24024 entrevistas por cada 4 trimestres agrupados. O método de recolha é a entrevista telefónica assistida por computador - CATI. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais