Três quartos acham que economia nacional estará pior daqui a um ano

Três quartos acham que economia nacional estará pior daqui a um ano

placeholder

O Barómetro Político da Marktest vem mostrar em Outubro um índice de pessimismo nunca antes observado, com mais de três quartos dos inquiridos a entender que daqui a um ano a economia nacional estará ainda pior que hoje.

Grupo Marktest
16 novembro 2010

O índice de expectativa revelado pelo Barómetro Político da Marktest de Outubro é o mais baixo de sempre, não indo além de 14.4%, o que revela expectativas profundamente negativas dos portugueses relativamente à evolução da situação económica pessoal e do agregado familiar, bem como do país.

O índice, que resulta de duas questões (expectativas face à situação económica pessoal e do agregado familiar e expectativas face à evolução da situação económica do país) mostra que o pessimismo é comum a ambas, mas mesmo assim os portugueses entendem que as dificuldades serão maiores para o país em geral do que para as suas famílias em particular.

O gráfico mostra a evolução deste índice desde Janeiro de 2001 e nunca neste período o índice tinha baixado dos 20%. Até Outubro de 2010, o mínimo tinha sido registado em Maio de 2008, quando se situou em 20.6%. Já o valor máximo, de 57.6%, havia sido observado em Março de 2005.

Estes resultados indicam que os portugueses estão muito pessimistas com o evoluir da situação económica pessoal e do país, sobretudo tendo em conta que estes resultados ocorrem poucas semanas depois do anúncio das medidas de austeridade pelo Governo.

O índice caiu 19 pontos face ao mês anterior e 33 pontos face ao mesmo mês de 2009.

O pessimismo acentuado é comum a todos os estratos da população. A única excepção são os indivíduos que tencionam votar PS nas legislativas, que registam as expectativas menos pessimistas, com um índice de 25.9%. Ainda assim, estão no limite do pessimismo acentuado (25%).

As mulheres, os mais idosos, os residentes no Litoral Norte e Centro, bem como os indivíduos das classes média baixa e baixa são os mais pessimistas.

O Índice de Expectativa é um indicador recolhido regularmente pela Marktest desde Março de 1990, junto de indivíduos com 18 e mais anos, residentes em Portugal Continental.

Para a aferição do índice utilizamos uma base de cerca de 800 entrevistas.

Aos inquiridos são colocadas 2 questões:

- Pensa que daqui a um ano a sua situação económica e pessoal e a do seu agregado familiar será Melhor, Igual ou Pior?
- E em relação à situação económica do país, pensa que daqui a um ano ela será Melhor, Igual ou Pior ?

O Índice de Expectativa face à situação económica resulta da conjugação das respostas obtidas a estas duas questões. Para a construção do índice é atribuído um valor de 100 às respostas "MELHOR", 50 às respostas "IGUAL" e 0 às respostas "PIOR", não entrando na análise os indivíduos que não responderam às questões. O índice geral resulta de uma média dos índices parciais. Valores acima dos 50 pontos traduzem expectativas positivas e valores abaixo dos 50 pontos traduzem expectativas negativas, aconselhando-se para a interpretação dos resultados a seguinte grelha de análise:

Valor do Índice de Expectativa
0-25 Pessimismo acentuado
25-50 Pessimismo moderado
50-75 Optimismo moderado
75-100 Optimismo acentuado

Os resultados deste Barómetro estão disponíveis aqui.

Consulte a Ficha Metodológica deste Barómetro ou contacte-nos para mais informações sobre este assunto

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais