XVI Gala dos Globos de Ouro

XVI Gala dos Globos de Ouro

placeholder

A SIC transmitiu mais uma gala dos Globos de Ouro, apresentado por Bárbara Guimarães. Veja aqui as audiências numa análise da MediaMonitor.

MediaMonitor
31 maio 2011

O coliseu dos Recreios estendeu a passadeira vermelha para receber mais uma edição dos Globos de Ouro, a XVI Gala, transmitida em directo pela SIC, no domingo, 29 de Maio. Bárbara Guimarães foi mais uma vez a anfitriã do evento que premiou as personalidades mais talentosas nas áreas da Moda, Música, Teatro, Cinema e Desporto. O Prémio Mérito e Excelência foi a atribuído a Simone de Oliveira, pela sua carreia de 53 anos de sucessos.

Com início às 22:01 a XVI Gala dos Globos de Ouro alcançou 12.9% de audiência média e 47.2% de share. Foi visto por um total de 3.234.800 espectadores que viram em média quase 67 minutos da gala, que corresponde a cerca de 38% da duração da transmissão. O pico de audiência deu-se às 23:14 com uma audiência média 1.770.600 espectadores (18.7% de audiência média e 58.4% de share).

A XVI Gala dos Globos de Ouro contribuiu positivamente para a audiência do canal ao apresentar uma audiência superior em mais de 2 vezes à média registada pelo canal (5.1%), de acordo com o índice Alfa (alp%). Confrontando o primeiro episódio com os restantes programas no mesmo período horário, verifica-se que esta transmissão esteve acima da audiência registada pelo conjunto dos outros programas em 48%, como indica o índice Beta (bet%).

Relativamente ao perfil de audiência, e por região, a Gala dos Globos de Ouro, registou a melhor adesão na Grande Lisboa. Por classe social, destacou-se a classe mais baixa (Classe D) com um consumo acima dos 30%. Em relação ao género, a melhor adesão pertenceu à população Feminina. Na faixa etária, a população mais idosa (mais de 64 anos) registou o melhor valor de perfil de audiência com mais de 22%.

Análise realizada pela MediaMonitor com base em dados retirados do MMW/Telereport.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais