Nelson Mandela domina social media

Nelson Mandela domina social media

placeholder

A morte de Nelson Mandela, um ícone da luta pelos direitos humanos, tornou-se nos últimos dias o assunto dominante dos social media, superando todos os outros temas monitorizados pelo serviço Social Media Explorer do Grupo Marktest.

Grupo Marktest
10 dezembro 2013

Entre o dia da sua morte, no dia 5, até dia 9 de Dezembro, mais de 9 mil menções a Nelson Mandela foram encontradas nas redes sociais como Facebook e Twitter, em Blogs e Fóruns, no Youtube e em sites de Notícias (RSS).

Este número supera o de todas as marcas analisadas no Barómetro de Marcas do serviço Social Media Explorer do Grupo Marktest, assim como o de todas as personalidades e assuntos do seu Barómetro Social.

Foram assim muitas as menções ao combatente do apartheid, líder do ANC, Presidente de África do Sul e Prémio Nobel da Paz que circularam entre nós nestes dias, na sua grande maioria de grande elogio à figura de Nelson Mandela e aos valores que personifica.

A maior parte das 9 mil menções, 44%, foi encontrada no Facebook, 25% no Twitter, 25% em notícias RSS e os restantes 6% nos outros meios analisados.

Durante o período considerado, o dia 6 foi aquele em que ocorreu um maior número de referências, com mais de 4600. Nesse dia, um post de Cristiano Ronaldo, com uma foto onde o craque do futebol aparece junto a Nelson Mandela, foi o mais frequente no Facebook. Nele, Ronaldo escrevia: "Thankful Madiba for your legacy and your example. You"ll always stay with us". Até ao momento, este post de Ronaldo obteve mais de dois milhões de "likes" e foi partilhado mais de 82 mil vezes.

Neste período, um outro fenómeno foi registado, com a divulgação de inúmeros posts e tweets sobre a posição de Portugal na ONU em 1987 quando se votaram resoluções envolvendo a condenação do apartheid e a libertação de Nelson Mandela, ainda em cativeiro. Cavaco Silva, então Primeiro-ministro, foi o mais visado nestas menções, na sua maioria críticas ao facto de Portugal, juntamente com EUA e Reino Unido, ter votado contra uma dessas resoluções que promovia a libertação de Nelson Mandela.

Deste modo, as menções ao actual Presidente da República nos social media também registaram um acréscimo no dia 6, para depois regressarem aos valores anteriores.

O Marktest Social Media Explorer é um novo serviço para monitorizar os conteúdos que circulam nas redes sociais relacionados com marcas ou personalidades. Contacte-nos se pretende mais informações sobre este serviço.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais