Consumo de chocolate preto aproxima-se do chocolate de leite

Consumo de chocolate preto aproxima-se do chocolate de leite

Uma análise dos dados do estudo TGI da Marktest mostra que tem crescido o número de portugueses que referem consumir chocolate preto, que se aproxima dos valores do chocolate de leite.

Grupo Marktest
16 fevereiro 2016

O estudo TGI da Marktest quantifica, em 2015, em 5 777 mil os indivíduos que referem ter consumido chocolates nos últimos 12 meses (tabletes ou embalagens individuais), o que representa 67.5% dos residentes no Continente com 15 e mais anos.



É entre os dois géneros que encontramos maiores diferenças de comportamento. Enquanto 61.3% dos homens dizem consumir chocolates, 72.9% das mulheres confessam também fazê-lo.

Embora o chocolate de leite seja o preferido, tem-se registado nos últimos anos um aumento do consumo de chocolate preto.

Os dados e análises apresentadas fazem parte do estudo TGI, propriedade intelectual da Kantar Media, e do qual a Marktest detém a licença de exploração em Portugal, é um estudo único que num mesmo momento recolhe informação para 17 grandes sectores de mercado, 280 categorias de produtos e serviços e mais de 3000 marcas proporcionando assim um conhecimento aprofundado sobre os portugueses e face aos seus consumos, marcas, hobbies, Lifestyle e consumo de meios.

Presente em mais de 60 países nos 5 Continentes, o TGI poderá ainda caracterizar mercados internacionais com vista ao conhecimento dos consumidores além fronteiras.

Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

  • Novelas

    17 agosto 2018

    CORREIO DA MANHA, SEXTA

    pag. 18

    Sem Autor

  • Mais smartphones

    17 agosto 2018

    CORREIO DA MANHA, PRINCIPAL

    pag. 36

    Sem Autor

ver mais

Em Agenda ver mais