Um em cada três portugueses com conta bancária diz poupar

Um em cada três portugueses com conta bancária diz poupar

placeholder

Os dados do estudo Basef Banca da Marktest mostram que cerca de um em cada três portugueses com conta bancária refere destinar uma parte dos seus rendimentos à poupança.

Grupo Marktest
31 outubro 2017

O dia 31 de outubro assinala o Dia Mundial da Poupança, motivo para uma análise sobre como se comportam os portugueses relativamente à poupança.

Os dados de janeiro a setembro de 2017 do Basef Banca da Marktest contabilizam 2 milhões e 705 mil indivíduos que afirmaram não ter destinado nenhum montante dos seus rendimentos à poupança no último ano. Este valor corresponde a 36.9% do total de residentes no Continente com 15 e mais anos e possuidores de conta bancária.

Pelo contrário, os que afirmam destinar alguma percentagem dos seus rendimentos à poupança perfazem 2 milhões e 400 mil, ou 32.8% do total de bancarizados. Há ainda 30.3% que não sabe ou não responde a esta questão.

Uma análise evolutiva com base nos indivíduos que dizem destinar alguma percentagem do seu rendimento à poupança, mostra que o número de aforradores oscilou entre um mínimo de 30.0% em 2008 e um máximo de 34.7% em 2010. O valor agora observado é o 6º mais elevado da série em análise.

Entre os mais "poupados" contam-se os homens, os jovens entre os 25 e os 34 anos (muito provavelmente com vista à aquisição de primeira habitação) e os residentes nas regiões da Grande Lisboa e Grande Porto. Mas é entre as classes sociais que as clivagens são mais acentuadas, com os valores a baixar de um máximo de 53.4% junto das classes mais elevadas para um mínimo de 22.9% junto das classes mais baixas.

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Basef Banca da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais