Aumenta o número de solteiros
Aumenta o número de solteiros
placeholder
Os dados provisórios relativos aos Censos 2021, revelam que a população solteira representa 43% do total de indivíduos.
Grupo Marktest
4 janeiro 2022

De acordo com a informação provisória disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativa ao último Recenseamento Geral da População e Habitação (2021), 43% dos residentes em Portugal são solteiros, 41% casados, 8% viúvos e 8% divorciados.

Comparativamente aos dados dos Censos 2011, o número de indivíduos aumentou em todos os estados civis, à exceção dos casados, que sofreu uma quebra de 14%.

Observando a dinâmica da população nos restantes estados civis, verifica-se que o acréscimo de solteiros foi de 5%, sendo agora este grupo a maioria, contrariamente a 2011 em que os casados representavam o grupo com maior número de indivíduos. O crescimento mais relevante ocorreu junto dos divorciados, que no período em análise cresceu 40%, ultrapassando os 828 mil indivíduos.

placeholder

Considerando a população solteira, que representa 4,5 milhões de indivíduos (43% da população total), observa-se que foi nos concelhos de Odemira e Vila do Bispo que o número de solteiros mais aumentou (respetivamente 26.2% e 26.0%). Em Mafra e Aljezur registaram-se acréscimos de 23.8% e 23.2% respetivamente.

Em sentido oposto, os concelhos de Mesão Frio e Tabuaço registaram as maiores descidas do número de solteiros: -24.1% e 23.3%, respetivamente.

O mapa assinala a taxa de variação da população solteira entre 2011 e 2021:

De acordo com o INE, os resultados definitivos dos Censos 2021 só deverão ser conhecidos no quarto trimestre de 2022.

Estes dados estarão em breve disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais