A Publicidade na TV

A Mediamonitor acaba de disponibilizar dados para o fecho do primeiro semestre de 2002 relativos ao investimento publicitário na TV.

Comparando os valores agora apurados com igual período de 2001, vemos que o crescimento dos investimentos publicitários a preços de tabela (inferior ao real, já que exclui negociações de estação) foi inferior ao valor da inflação para aquele período, ao cifrar-se nos 3.1%.

A indústria da alimentação foi o sector que mais investiu em publicidade na televisão, responsável por cerca de 21% do total do meio em 2002 e registando mesmo um acréscimo de 29% face a igual período do ano transacto, segundo os valores a preços de tabela das estações.

Os sectores da higiene pessoal, das bebidas e o dos serviços e equipamentos de comunicação constituem os principais sectores em 2002, e, juntamente com a indústria da alimentação, são responsáveis por metade do bolo publicitário da televisão.

Nestes quatro principais sectores, o dos serviços e equipamentos de comunicação (onde estão incluídas as telecomunicações) é o único que regista um decréscimo face ao primeiro semestre de 2001 e que se situa numa quebra de 13% face aos valores tabelados.

Por canais, assistimos a uma situação interessante, que se pode confirmar pela análise dos gráficos: se o número de inserções se reparte quase equitativamente pela RTP1, SIC e TVI, cabendo à RTP2 uma parte menos significativa, já no que diz respeito à duração da publicidade por canais vemos que há uma transferência do peso da SIC e da TVI para a RTP2, que assume neste indicador um peso de 18% do total, mantendo a RTP1 o mesmo peso que tem na duração da publicidade. Mas é na repartição do investimento a preço de tabela por estação que nos apercebemos da maior discrepância, já que a TVI sozinha detém praticamente metade do bolo publicitário televisivo, sendo os restantes 50% repartidos pela SIC (33% do total) e pela RTP1 (17% do total).

Nota: na análise que fizemos foram excluidas autopromoções e promoções de estação.





   (valores em milhares de euros) 2001 2002
Comércio 39,618 35,997
Agro Pecuaria e Pesca 221 0
Industria Alimentação 107,467 138,606
Bebidas 57,651 67,222
Industria Textil 2,893 3,023
Calcado e Artigos de Couro 0 705
Industria do Mobiliario e Decoracao 7,439 6,100
Ind.do Papel, Artes Graficas e Edicao de Publicacoes 13,366 20,129
Equipamento de Escritorio 35 44
Informatica 13,865 9,840
Electrodomesticos e Outros 9,529 5,041
Audio-Visual, Fotografia e Cinema 17,695 15,347
Industria Automovel 53,591 53,615
Produtos Metalicos 2,988 1,450
Industria Quimica Industrial 545 530
Vernizes, Tintas, Lacas e Colas 3,731 4,605
Industria Farmaceutica 18,096 21,445
Higiene do Lar 44,330 52,470
Higiene Pessoal 91,233 97,815
Vidro, Cristais e Porcelanas 1,362 2,110
Joalharia, Ourivesaria, Relojoaria e Medalhistica 1,679 1,987
Industria dos Brinquedos/Equipamento P\Bébé 1,228 2,580
Equipamento/Material Comercial, Industrial e Agricola 2 94
Equipamentos e Materiais de Segurança 0 14
Outras Industrias Transformadoras 0 0
Electricidade, Gas e Água 4,075 1,015
Construção e Obras Publicas 131 277
Turismo 1,717 1,225
Transportes 0 1,698
Servicos e Equipamento de Comunicação 62,265 54,256
Comunicação Social 879 2,453
Artigos e Servicos Recreativos e Culturais 13,840 13,446
Bancos e Outras Inst.Monet.e Financeiras 37,624 21,352
Outros Serviços 32,832 22,928
Sectores Diversos e Produtos Não Especificados 803 3,343
Total 642,727 662,760


Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais