PSD sobe nas intenções de voto

O Barómetro Político Marktest/DN/TSF do mês de Outubro revela que o Partido Social Democrata (PSD), voltou a subir nas intenções de voto, obtendo a maior percentagem desde o início de 2003: 43.6%.

Por sua vez, o Partido Socialista (PS) voltou a descer, ficando em Outubro com um valor semelhante ao do PSD no mês de Setembro: 37.4%

O Bloco de Esquerda (BE), que em Setembro obteve valores que o colocaram como a terceira força política mais importante, em termos de intenção de voto, volta para quarto lugar (com 5.5%), alternando com a coligação Partido Comunista, Coligação Democrática Unitária, Partido os Verdes (PCP/CDU/PEV) que obteve 6.4%.

O Centro Democrático Social-Partido Popular (CDS-PP) tem visto diminuir desde Julho de 2003 o número dos que tencionam votar nele, chegando a Outubro com a percentagem mais baixa de sempre, 3.7%.

Em termos regionais, verifica-se que, enquanto que o Litoral Norte, Litoral Centro, Grande Lisboa e Interior Norte dão preferência de voto ao PSD (sobretudo o Interior Norte que utrapassa os 52% de intenções de voto), o Sul e o Grande Porto votam maioritariamente PS.

De salientar ainda que o Interior Sul coloca o CDS-PP como o terceiro partido em termos de intenção de voto, ocupando este o quinto lugar em termos gerais.

Por outro lado, a população feminina mantém a sua intenção de voto no PS, assim como a masculina mantém no PSD.

Existem também algumas diferenças em termos de classes sociais, sendo que a classe Média Baixa/Baixa, tem como intenção de voto o PS e as restantes o PSD, chegando a Classe Média a 47% de intenção de voto neste último partido.

Consulte aqui a ficha metodológica do Barómetro Político Marktest/DN/TSF.



Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais