MediaMonitor TV Tops
MediaMonitor, 24 janeiro 2006

placeholder Entre 9 e 15 de Janeiro a novela Dei-te Quase Tudo continua a liderar o Top 10 programas com 21.1% de audiência média e 53% de share. Dois programas de humor, também da estação de Queluz, seguem-se nas posições seguintes. A novela Mundo Meu ocupou a quarta posição e jogo entre E. Amadora X Fc Porto ficou no quinto posto com 16.7% de audiência média e 39.6% de share. Para a nona posição entrou o programa de humor, da SIC, Maré-alta com 14.1% de audiência média e 33.3% de share.

placeholder

A primeira semana de campanha eleitoral para as presidenciais, depois de vários meses de pré-campanha os candidatos afinam os discursos e preparam-se para a recta final.

Uma nova polémica acerca de registos telefónicos de destacadas figuras do estado no âmbito do caso Casa Pia e a actuação do Procurador-geral da República Souto Moura marcou também a semana de 9 a 15 de Janeiro.

O Top 5 da semana, é como vem sendo hábito dominado pelos candidatos presidenciais. O destaque maior desta semana vai para Cavaco Silva e Mário Soares, seguido por Manuel Alegre, Jerónimo de Sousa e Francisco Louçã. Garcia Pereira encerra o Top 6 das candidaturas presidenciais.

Os outros grandes temas da semana foram:

O Ministro da Economia, Manuel Pinho foi ao Parlamento explicar os negócios da Galp e EDP.
Foram apresentadas as novas regras para o concurso de Professores apresentadas pelo Ministério da Educação, o próximo concurso terá uma validade de 3 anos e os seguintes de 4 anos.
O Ministro Correia de Campos anunciou a criação das Unidades de Saúde Familiares em substituição dos médicos de família.
A CGTP acusa os empresários portugueses de desviar milhões de euros por ano da Segurança Social através da sub-declaração de salários.
Os trabalhadores da ECCO protestam na rua contra os despedimentos na empresa. As rádios generalistas vão ser obrigadas a passar mais música portuguesa.
Belmiro de Azevedo foi condecorado por Jorge Sampaio com a Grande Cruz do Infante D. Henrique pelos seus méritos empresariais.
No desporto, termina o Lisboa-Dacar com o melhor representante português, Carlos Sousa na 7ª posição. Na Liga os perseguidores ao líder FC Porto aproveitam derrota na Amadora para se aproximarem da liderança.

placeholder

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais