Mais de metade da população reside em lares com PC
Segundo os dados do estudo Consumidor 2005 da Marktest, são já mais de metade os portugueses que possuem computador pessoal em casa.
Grupo Marktest,  8 agosto 2006

placeholder Em 2005, o Consumidor contabiliza 4 318 mil indivíduos que residem em lares com computador pessoal, um número que representa 51.9% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos.

Este valor tem crescido sistematicamente desde 2000, passando de 36.9% nesse ano para os 51.9% agora observados. De 2000 a 2005, a posse de computador pessoal no lar aumentou 40.7%.

placeholder

A classe social e a ocupação dos indivíduos são as variáveis que mais influenciam o facto deste equipamento estar instalado nos lares dos portugueses. Entre os quadros médios e superiores, a posse de computador pessoal chega aos 92.0%, contrariamente aos 22.8% observados entre os reformados e pensionistas. Também nas classe ssociais alta e média alta a taxa é elevada, de 84.1%, face aos 22.2% da classe baixa.

Os jovens, os residentes nas regiões da Grande Lisboa e do Grande Porto e os estudantes também observam valores acima da média.

placeholder

Uma análise do perfil dos possuidores de computador pessoal no lar mostra ainda que 42.8% deles residem nas regiões da Grande Lisboa ou Litoral Norte, 51.0% são do sexo masculino, 44.4% têm entre 25 e 44 anos, 59.8% pertencem às classes sociais alta, média alta e média e 51.3% são estudantes ou exercem ocupações como quadros médios e superiores ou trabalhadores qualificados.

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Consumidor da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais
  • QSP Summit

    O QSP SUMMIT afirma-se como a mais relevante Conferência de Management e Marketing da Europa.

    28 a 30 de junho de 2022

    QSP - Consultoria de Marketing

    Feira Internacional do Porto, Matosinhos

    info@qspsummit.pt

  • Data Science Analytics Course

    Curso online, dirigido a todos os profissionais e empresas de estudos de mercado, que queiram entender melhor o campo florescente da Data Science.

    30 de junho de 2022

    APODEMO em colaboração com a MRS

    apodemo@apodemo.pt