Um quarto dos portugueses em concertos

Segundo os dados do estudo Consumidor 2005 da Marktest, são um milhão os portugueses que afirmam costumar assistir a concertos.

Grupo Marktest,  29 agosto 2006

Em 2005, o Consumidor contabiliza 2 172 mil indivíduos que dizem costumar assistir a concertos, um número que representa 26.1% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos.

A classe social, a ocupação e a idade dos indivíduos são as variáveis que mais influenciam este hábito cultural. Entre os quadros médios e superiores, o valor chega aos 55.4% e entre os estudantes atinge 45.0%.

Os jovens dos 18 aos 24 anos são os que mais dizem costumar assistir a concertos, 45.1%, tal como os estudantes, 45.0%.

Entre as classes sociais, são os indivíduos das classes alta e média alta os que mais dizem ter este hábito cultural, com 45.5% de respostas.

Pelo contrário, os mais idosos, os indivíduos da classe baixa, os reformados e os residentes no Interior Norte são os que revelam menor taxa de ida a concertos.

Por região, são também encontradas diferenças significativas, com os residentes da Grande Lisboa a dizer com mais frequência assistir a concertos, 39.3%, seguidos dos residentes do Grande Porto, com 27.9%.

Uma análise do perfil dos portugueses que afirmam costumar ir a concertos mostra ainda que 46.1% deles residem nas regiões da Grande Lisboa ou do Litoral Centro, 51.1% são do sexo masculino, 50.7% têm entre 18 e 34 anos, 61.9% pertencem às classes sociais alta, média alta e média e 53.6% são estudantes ou exercem ocupações como quadros médios e superiores ou empregados do comércio, serviços e administrativos.

Esta análise foi realizada com base nos resultados do estudo Consumidor da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais