Como foi o crescimento demográfico dos últimos dez anos?
Esta é uma das perguntas a que a análise Os Concelhos Portugueses 1998-2008, que a Marktest recentemente tornou disponível, permite responder.
Grupo Marktest,  23 dezembro 2008

placeholder Segundo os dados do INE disponíveis na publicação Os Concelhos Portugueses 1998-2008, produzida com base no sistema de informação Sales Index da Marktest, o crescimento demográfico ocorrido em Portugal na última década ficou a dever-se sobretudo a um fenómeno novo no nosso país: a imigração.

Em termos globais, a população aumentou em 6.7% entre 1996 e 2006, mas este aumento do número de residentes em Portugal não foi sinónimo de acréscimo populacional em todas as áreas do território nacional. Em muitos concelhos observaram-se taxas de crescimento negativas, sobretudo no Interior Norte e na Madeira, onde muitos concelhos registaram perda acentuada de efectivos populacionais. São Vicente, Alcoutim, Boticas, Almeida e Vila Velha de Ródão perderam mesmo mais de um quinto da sua população nesta década.

O maior dinamismo socioeconómico dos concelhos localizados no litoral foi factor de atracção populacional. Os concelhos do Algarve e os que se localizam na periferia de Lisboa e Porto registaram taxas de crescimento anual elevadas na década em análise. Albufeira, Sesimbra, Alcochete, São Brás de Alportel e Corvo foram os concelhos com maiores aumentos relativos na década em análise, crescendo todos acima de 50%.

Estes números mostram como a dinâmica dos últimos anos continua a ser a de litoralização do país e de desertificação do interior.

Este aumento populacional ficou a dever-se, sobretudo, a um fenómeno até então quase desconhecido para o país: a imigração de carácter permanente.

O acréscimo populacional efectivo teve por base as elevadas taxas de crescimento migratório, uma vez que o crescimento natural foi baixo e na maioria dos concelhos registou mesmo valores negativos.

A análise dos mapas mostra como o crescimento natural é mais expressivo nos concelhos do Grande Porto e o crescimento migratório tem mais relevância nos concelhos da Grande Lisboa e do Algarve.

A análise realizada tem como base indicadores disponíveis no sistema de informação Sales Index da Marktest, trabalhados na publicação Os Concelhos Portugueses 1998-2008, recentemtente lançada. A informação desta publicação encontra-se estruturada em 11 áreas temáticas:

  • Território e Ambiente
  • População
  • Construção e Habitação
  • Ensino, Cultura e Lazer
  • Saúde e Segurança Social
  • Justiça
  • Estrutura Empresarial e Emprego
  • Actividade Económica
  • Finanças Nacionais e Autárquicas
  • Índices Marktest
  • Sites Autárquicos

A análise apresenta diversas abordagens, permitindo visualizar as tendências de evolução dos principais indicadores estatísticos, a estrutura regional de cada indicador e destaca os concelhos que se evidenciam (pela positiva ou pela negativa) em cada tema. Em anexo, é disponibilizada a informação desagregada por concelho.

Para obter mais detalhes sobre esta análise, consulte o seguinte link e veja a brochura de apresentação. Contacte-nos pretende mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

  • Bendito jogo

    3 dezembro 2022

    TV 7 DIAS, PRINCIPAL

    pag. 82

    Pedro Vilela

ver mais
Em Agenda ver mais