L'Oreal no topo do investimento publicitário

No primeiro semestre do ano, a L'Oreal-Portugal foi lider em investimento publicitário. Nesse período, o valor investido a preços de tabela nos meios auditados pela Mediamonitor totalizou perto de 29 milhões de euros, o que corresponde a uma fatia de 2.76% do bolo publicitário total.

Os investimentos publicitários favorecem claramente a televisão, que absorve 63.5% do total. À imprensa é dirigido 20.8% do montante global (não considerando classificados, relatórios de contas, necrologia e anúncios de natureza legal, oficial, comunicados, etc), a rádio capta 8% do investimento e o outdoor 7.7%.

Os 25 maiores aunciantes do semestre concentram 36% do investimento publicitário total e incluem fundamentalmente anunciantes dos sectores da alimentação, higiene pessoal, bebidas, telecomunicações e super e hipermercados.

Dentro destes anunciantes, apenas os da área das telecomunicações (TMN, Optimus e Vodafone) e a Modelo-Continente revelam uma estratégia de maior diversificação por meios e encontram-se entre os que menor peso dão à televisão. A TMN, por exemplo, repartiu o seu investimento em 59.8% para a televisão, 23% para a imprensa, 14.1% para a rádio e 3.3% para o outdoor.

Alguns dos anunciantes que mais peso dão à imprensa nos seus investimentos publicitários são a TMN, Vodafone, Optimus, e L’Oreal. Anunciantes como a Beiersdorf, L’Oreal, Nestlé e diversos anunciantes de comunicação social dão maior peso que as restantes ao outdoor. Já na rádio, os anunciantes da área das telecomunicações, da distribuição e os bancos destinam uma maior quota dos seus investimentos a este meio.



Fonte: Mediamonitor

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais