iOnline aumenta visualizações

iOnline aumenta visualizações

placeholder

Segundo os dados de Fevereiro do estudo Netpanel meter da Marktest, entre os sites de jornais, revistas e de informação online, o site do jornal i foi o que mais aumentou em páginas visualizadas a partir de computadores pessoais.

Grupo Marktest
10 abril 2012

Em Fevereiro, 2539 mil portugueses acederam a partir de computadores pessoais a sites de jornais, revistas e de informação online, menos 8.4% do que o registado no mês anterior.

Neste mês, acederam a estes sites uma média de 624 mil utilizadores únicos por dia, o que representa uma subida mensal de 17.5%.

Foram visitadas 118 milhões de páginas destes sites no mês, um valor 4.7% acima do observado no mês anterior.

O tempo total de navegação em sites noticiosos foi de 1,8 milhões de horas, o que equivaleu a uma descida mensal de 2.3%.

Em Fevereiro, cada internauta dedicou em média 42 minutos a estes sites, menos 5 minutos do que no mês anterior.

Entre os sites de informação mais acedidos a partir de casa, o Record online ocupa o primeiro lugar com 759 mil utilizadores únicos, um valor muito semelhante ao de A Bola online, que contou 758 mil utilizadores únicos. O Correio da Manhã online ocupa a 3ª posição, com 695 mil visitantes diferentes.

No conjunto dos sites portugueses de jornais, revistas e de informação online, o Diário Digital foi aquele que observou maior aumento mensal em número de utilizadores únicos, tendo crescido 39.5% para os 325 mil (em 15º). Em sentido oposto, o site da revista Sábado foi, este mês, o que mais visitantes perdeu, com menos 32.7% do que em Janeiro. Está na 24ª posição com 115 mil utilizadores únicos.

Em páginas visitadas, o A Bola online mantém a liderança, com cerca de 23 milhões de páginas acedidas a partir de computadores pessoais, seguido do Record online, com 16 milhões de páginas e do Zero Zero, com 13 milhões de páginas visitadas.

Em páginas visitadas, a maior subida mensal ocorreu no iOnline, que teve um aumento de 88.7% para as 951 mil páginas visitadas, encontrando-se na 19ª posição. A maior quebra mensal em termos de páginas visualizadas a partir do lar, observou-se também na Sábado online, que desceu 50.0%, estando agora com 128 mil páginas, na 28ª posição.

A análise tem como base informação do Netpanel meter da Marktest, um estudo que analisa o comportamento dos internautas portugueses a partir de um painel de utilização doméstica. As entidades em análise constam da seguinte Ficha Metodológica. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais