Aumenta consumo de gás natural

Aumenta consumo de gás natural

placeholder

Os dados da DGEG, disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index da Marktest, mostram como o consumo de gás natural quase duplicou nos últimos 15 anos.

Grupo Marktest
18 dezembro 2018

Os dados da Direção Geral de Energia e Geologia disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index 2018 da Marktest indicam que, em 2016, o consumo de gás natural atingiu 4751 milhões de m3 de gás natural no Continente e Madeira.

Este valor corresponde a uma quase duplicação do observado 15 anos antes, quando o consumo se cifrava em 2411 milhões de m3.

Os concelhos de Sines, Figueira da Foz, Gondomar, Alenquer e Matosinhos, onde se localizam refinarias e centros de armazenamento de gás natural, foram responsáveis, em 2016, por 43% do consumo total.

O consumo verificado em 2016 corresponde a uma média de 459 m3 por habitante, um valor que sobe para 40372 m3 per capita em Sines ou 8614 m3 per capita na Figueira da Foz.

Depois de uma tendência de crescimento até 2011, o consumo de gás natural per capita viu os valores a baixar entre 2012 e 2014 para depois voltar a mostrar uma dinâmica de subida, que, no entanto, não atinge o máximo observado em 2011.

Em 123 concelhos do país não se contabilizaram consumos desta comodidade, que ainda não está aí disponível.

Os dados estão disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index, que a Marktest desenvolve desde 1992. Consulte aqui mais informação sobre esta aplicação de geomarketing ou contacte-nos se pretender uma demonstração ou mais informações.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais