Vila do Conde emprega mais trabalhadores da pesca e aquicultura

Vila do Conde emprega mais trabalhadores da pesca e aquicultura

placeholder

No dia 25 de junho a ONU assinala o Dia do Pescador. Em Portugal, é no concelho de Vila do Conde que trabalham mais pessoas ligadas à pesca e aquicultura.

Grupo Marktest
25 junho 2019

O INE contabiliza em 2017 um total de 12 589 pessoas ao serviço em empresas de pesca e aquicultura, um valor que corresponde a 0.3% do total de pessoas ao serviço em Portugal.

Estes dados, disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index da Marktest, permitem verificar que, em termos absolutos, é no concelho de Vila do Conde que mais pessoas estão ao serviço nesta atividade, num total de 1496, o que equivale a 5.4% dos que trabalham no concelho. Ílhavo, Olhão, Sesimbra e Póvoa de Varzim são os outros concelhos com mais pessoas ao serviço na pesca e aquicultura. Em conjunto, estes cinco concelhos representam 36.8% da atividade.

Mas, em termos relativos, é em Murtosa que esta atividade tem maior peso, pois representa 11.6% dos empregados no concelho. Em Ílhavo, o setor representa 9.2% das pessoas ao serviço e em Olhão 6.5%, um valor próximo de Sesimbra e Vila do Bispo (6.3% e 6.2%, respetivamente).

A maioria dos concelhos (124 dos 308) não possui empresas com pessoal ao serviço nesta atividade, em 83 concelhos existem menos de 3 pessoas ao serviço em pesca e aquicultura e em 101 concelhos três ou mais pessoas.

Os dados estão disponíveis no sistema de geomarketing Sales Index, que a Marktest desenvolve desde 1992. Consulte aqui mais informação sobre esta aplicação de geomarketing ou contacte-nos se pretender uma demonstração ou mais informações.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais