MediaMonitor TV Tops
MediaMonitor,  4 janeiro 2005
placeholder Na quadra natalícia a tabela de programas ficou "entregue" à TVI e SIC, com cinco programas cada. A liderar o Top 10 programas ficou o Directo da Quinta das Celebridades. O êxito de cinema O Homem Aranha transmitido no dia de Natal obteve a 4ª posição com 15.2% de audiência média. Na sexta posição ficou o melhor programa da SIC, Os Super Malucos do Riso e a fechar a tabela ficou o segundo filme da trilogia do Senhor dos Anéis - As Duas Torres.

placeholder

Esta semana os 3 primeiros lugares continuam a pertencer a marcas de telecomunicações, porém TMN e Vodafone Inverteram posições posicionando-se agora nos 1ª e 2ª lugares, respectivamente. A Optimus mantém o 3º lugar e o Continente a 4ª posição. A PT Comunicações entra para a 5ª posição do ranking desta semana.

placeholder

No Top anunciantes apenas existiram alterações de posição embora se mantivessem os mesmos. Assim, em 1º lugar passam a estar as Telecomunicações Móveis Nacionais, em 2º a Procter & Gamble, em 3º a Vodafone Telecel, para o 4º desceu o Modelo Continente e em 5ª posição encontra-se a Optimus Telecomunicações.

placeholder

Nas agências é a Euro RSCG MRT que continua a liderar, o 2º lugar passa a ser defendido pela McCann Erickson e o 3º pela J.Walter Thompson. A Publicis e a BBDO Portugal mantêm as 4ª e 5ª posições, respectivamente.

placeholder

Semana marcada pelo esforço do governo em encontrar solução que permita cumprir a meta do défice, as dívidas fiscais dos clubes de futebol e o totonegócio e a co-incineração que volta à ordem do dia.

A liderança do nosso Top é do Primeiro-ministro Santana Lopes, nas posições imediatas temos os ministros mais mediáticos nesta semana, Bagão Félix, Ministro das Finanças, e Luís Nobre Guedes, Ministro do Ambiente e Ordenamento do Território.

A Bagão Félix coube a resolução do problema de cumprir a meta de défice que consta do Pacto de Estabilidade e Crescimento assinado por Portugal, meta alcançada através do recurso ao fundo de pensões da CGD. Outro assunto que marcou a semana foi as dívidas fiscais dos clubes de futebol e as condições do acordo de pagamento através do totonegócio.

A Luís Nobre Guedes coube o reacender da polémica da co-incineração, solução não defendida pelo ministro que procura uma solução para resolver o problema do tratamento dos resíduos sólidos urbanos.

Os outros grandes temas da semana foram:
Sondagem coloca PS próximo da maioria absoluta, a corrida eleitoral arranca em força mesmo em época de festas de Natal e Fim de Ano.
Consorcio Europeu e Brasileiro ganha concurso para privatização das OGMA, Segurança nas estradas é tema em destaque numa época em que os portugueses se deslocam para as reuniões familiares habituais desta quadra. GNR regista menos acidentes que nos anos anteriores até esta altura e reforça o controle aos condutores.

placeholder

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais
Em Agenda ver mais