Um em cada quatro portugueses possui seguro de acidentes de trabalho

Segundo os dados do estudo Basef Seguros da Marktest, dois milhões de portugueses possuem seguro de acidentes de trabalho, o que representa 26.2% do universo em análise.

Grupo Marktest,  19 setembro 2006

Na primeira vaga de 2006, o o Basef Seguros contabiliza 2 177 mil possuidores ou beneficiários de seguro de acidentes de trabalho, um valor que corresponde a 26.2% do universo composto pelos residentes no Continente com 15 e mais anos.

Desde 2000, o número de beneficiários deste tipo de seguros tem revelado uma tendência geral de crescimento, passando de 19.6% em 2000 para os 26.2% agora observados - o que equivale a um aumento de 33.7% entre estes dois momentos.

Na análise da penetração de seguro de acidentes de trabalho por targets, vemos variações importantes, sendo ao nível do sexo e da idade que maiores diferenças se registam.

Este produto segurador regista maior penetração junto dos técnicos especializados e pequenos proprietários (56.1% deles possui seguro de acidentes de trabalho) e dos trabalhadores qualificados (55.8% deles possui este seguro).

Pelo contrário, é junto dos mais jovens e dos mais idosos que, naturalmente, se registam taxas mais baixas de posse ou benefício de seguro de acidentes de trabalho. Também entre as mulheres o valor está abaixo da média.

Esta análise foi realizada com base nos resultados da primeira vaga de 2006 do estudo Basef Seguros da Marktest. Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

Arquivo de notícias

Clipping

ver mais

Em Agenda ver mais