Maria Estrela continua a fugir

Rita Pereira encarna a pergonagem Maria Estrela, a protagonista de Doce Fugitiva, que a TVI mantém em exibição desde 24 de Outubro. Conheça as audiências desta novela numa análise da MediaMonitor.

MediaMonitor,  8 fevereiro 2007

Maria Estrela assume a identidade de Maria do Anjos, uma noviça e mestre em doçaria conventual e chocolates, que vai tentar salvar da ruína a fábrica de chocolate na posse de Leornado de Noronha, interpretado por Rodrigo Menezes.

Desde a estreia, a 24 de Outubro de 2006, terça-feira, e até 5 de Fevereiro de 2007, foram exibidos 83 capitulos desta novela, do qual resulta uma audiência média de 13% (1.233.300 espectadores) e 32.5% de share. O primeiro episódio conserva o melhor registo, com 18.4% de audiência média e 42.5% de share. Seguem-se os dias 16, 17 e 24 de Novembro de 2006, com uma audiência média acima dos 16%. Na noite de 24 de Dezembro, esta novela obteve a menor audiência média, com 5.6% e 23.3% de share.

O dia 4 de Novembro de 2006, sábado, registou o melhor tempo por espectador, visto que cada um viu em média mais de 36 minutos da Doce Fugitiva; ou seja, cada espectador viu cerca de 44% da duração total do episódio. O episódio de estreia obtém o quarto melhor registo, com um consumo por espectador de 34 minutos, a que equivale uma fidelidade de 59.5%.

No perfil de audiência, Doce Fugitva regista a melhor adesão no Interior. Por Classe Social, destacam-se as classes mais baixas, C1 e D com um consumo de audiência acima dos 30%. Por género, as aventuras de Rita Pereira (Maria Estrela) são vistas preferencialmente pela população feminina, e, por faixa etária, a melhor adesão vai para os indivíduos com mais de 64 anos.

Análise realizada pela MediaMonitor com base em dados retirados do MMW/Telereport.

Arquivo de notícias

Em Agenda ver mais